Palmas, Tocantins -

Geral


584 visualizações

O bastão tem preço

...
- Atualizada em

Nesta semana o programa eleitoral do candidato a prefeito Marcelo Lélis (PV), trouxe de volta a cena política um velho conhecido da política Tocantinense, Siqueira Campos. Em seu discurso ele afirma estar passando o bastão político a Marcelo Lélis, já que seu filho Eduardo Siqueira naufragou no meio do caminho após ter sido derrotado pela senadora Kátia Abreu. Agora faço um questionamento, qual será o preço cobrado por Siqueira Campos e seu clã a Marcelo Lélis caso seja eleito pelo bastão político?

 

Acredito que o preço será alto, pois ele não dá ponto sem nó e deve começar indicando todos os secretários de governo do candidato verde, caso seja eleito. O grande gerente será Siqueira Campos, e você eleitor quer isto de volta a prefeitura de Palmas?

 

Siqueira Campos vai dar as cartas na prefeitura, com o objetivo de voltar a comandar primeiro Palmas, depois o Estado, com aquele velho modelo que todos nós conhecemos bem, ao qual foi dito não pelo povo tocantinense em 2006 ao reeleger o Governador Marcelo Miranda.

 

O candidato verde vem demonstrando ao longo de sua carreira política que sabe seguir a risca a cartilha de Siqueira Campos, e que os eleitores de Palmas não perceberam isto ainda. Mas durante o debate da ULBRA, sua pele de cordeiro começou a cair, pois nunca foi visto nesta campanha o candidato verde tão nervoso, aliás, o vermelho também.

 

E tem mais: Marcelo Lélis está fazendo um sacrifício danado para chegar ao poder, pois ele não gosta do cheiro do povão, pois foi acostumado a ser tratado a pão-de-ló e caviar. Ele é a marca da elite burguesa e me vem agora com este discurso falso apenas para chegar ao poder. Marcelo Lélis no tempo em que comandava o AMA – Amigos do Meio Ambiente, mal falava com os adolescentes e quando falava era de forma grosseira, pois nas minhas andanças pelos Aurenys tenho encontrado pessoas que conhecem bem a forma de Marcelo Lélis tratar as pessoas. É este homem que o eleitor palmense quer colocar na prefeitura? Acredito que não.

 

O preço deste bastão é a volta do autoritarismo de Siqueira Campos e seu grupo político. São as perseguições, o grupo que só pensa neles, e tenho a certeza de que o povo de Palmas não vai cair mais neste discurso falso com o intuito de confundir o eleitor.