Palmas, Tocantins -

Geral


249 visualizações

Onda anti-Raul beneficia Lélis e atrapalha Nilmar

...
- Atualizada em

Nos últimos dois dias a campanha do PV colocou na rua o seguinte argumento: quem não quer mais quatro anos de Raul, deve votar no Marcelo Lélis. O argumento do voto útil está ganhando corpo e tomando votos da candidata da Aliança da Vitória, Nilmar Ruiz, preocupando a militânciaamarelinha na cidade.

De posse de pesquisas feitas para consumo interno, com mais amostras e margem de erro menor (nelas a diferença é bem menor)a coordenação da campanha de Nilmar tem enfrentando no resultado das pesquisas divulgadas pela OJC o maior adversário nestes últimos dias de campanha. Isto por que são feitas com uma amostragem menor, e apontam resultados diferentes com margem maior para Raul, e polarização entre este e Lélis.

É grande a credibilidade dos veículos da organização. Credibilidade conquistada ao longo de muitos anos de trabalho no Tocantins. O que não significa que as pesquisas estejam com os números corretos,ou sejam infalíveis. Mas o fato que interessa é o efeito moral que elas têm na militância.

Ninguém duvida que Raul caiu (e parece continuar caindo). Faltou a um debate, e reapareceu no último para partir pra cima de Lélis, que está, pelo menos de momento, ameaçando sua vitória, tida como favas contadas dentro do seu staff. Em Taquaruçu, o prefeito fez uma conta louca no palanque:disse que tem - se as eleições fossem hoje -  18 mil votos de frente de Nilmar e 10 mil de frente de Marcelo.

Pra isso, Palmas teria que contar com 100 mil eleitores, e ele precisaria estar 18 pontos a frente de uma e 10 pontos a frente de outro. É difícil de acreditar. Do jeito que as coisas vão, a coordenação de Nilmar tem como desafio manter acesa na militância a convicção de que sua candidata está subindo, epode vencer no dia. A convicção de que as pesquisas não estão com a última palavra, mas sim  o voto na urna. E segurar a onda anti-Raul, que poder levar seus votos para outra praia: a da União do Tocantins.

Para combater este efeito, toda a Aliança da Vitória está nas ruas. Ontem mesmo, dia 30, com uma grande caminhada em que o governador, lado a lado com Nilmar e Evandro, foram pedir votos. As mobilizações populares têm sido grandes, e são, sem dúvida, uma resposta às pesquisas. Resta ver o que prevalecerá no final.

Roberta

roberta@blogdatum.com.br