Palmas, Tocantins -

Blog da Tum

Roberta Tum

Roberta Tum

roberta.tum.9 @robertatum

Colunista do Editorial Blog da Tum


Bastidores
2.431 visualizações

Após filiação do pai ao PL, Eduardo diz que soube pela imprensa e descarta acompanhar

Filiação de Siqueira ao PL de Vicentinho Alves surpreendeu até o filho, deputado estadual Eduardo Siqueira, que descartou acompanhar a mudança...
- Atualizada em
Descrição: Eduardo Siqueira Campos Arquivo Secom/TO

Filiado ao Democratas -  mesmo partido pelo qual o pai, José Wilson Siqueira Campos, suplente de senador foi eleito - o deputado estadual Eduardo Siqueira reagiu com surpresa diante de telefonema do blog para perguntar o motivo da mudança e se ele seguiria o mesmo caminho do ex-governador: “fiquei sabendo pela imprensa”. 

 

A ficha de filiação do ex-governador Siqueira Campos ao PL foi encaminhada à redação do T1 Notícias, sem maiores declarações, pelo ex-senador Vicentinho Alves. Siqueira tem se mantido distante dos holofotes, passou por recente internação para check up. O único membro da família ativo na política tocantinense é o deputado Eduardo, que retornou à Assembléia nas últimas semanas, após melhora do quadro de problemas de saúde que vinha enfrentando no último ano.

 

Eduardo disse ao Blog que atualmente se relaciona e tem como referencias na vida pública, o Senador Eduardo Gomes e a presidente do seu partido, Professora Dorinha. “A princípio não tenho a menor intenção de deixar o Democratas, e se houvesse uma mudança certamente não seria para este partido”, disparou.

 

Com mudanças previstas para o ano que vem nos quadros de diversos partidos, fusões já encaminhadas como a do PSL com o Democratas, o deputado disse que prefere esperar.

 

Boa relação com Wanderlei Barbosa

 

Eduardo Siqueira confirmou ao Blog que esteve no Palácio. Segundo apuramos, o deputado recebeu uma visita do governador em exercício e retribuiu a visita no Araguaia. “Fui convidado a ir ao Palácio, estive lá e fui muito bem recebido. Tenho uma boa relação com o Wanderlei há anos: desde que fui escolher a professora Marisa Sales para minha vice”, relembrou.

 

Para o deputado, o momento que vive o Estado é delicado, e que filiações partidárias estão em segundo plano. “Política nós vamos discutir lá na frente. Ninguém sabe o que vem por aí”, desconversou, quando questionado sobre novas alianças.

 

Eduardo, que vinha distante do governo Carlesse, preferiu não comentar o pedido de impeachment que tramita na Casa. “Este é um assunto da alçada do presidente Antônio Andrade, com quem também tenho um excelente relacionamento”, resumiu.

 

Voltando à filiação do pai ao PL, Eduardo disse que falará com o pai sobre o assunto, mas que por hora, o fato lhe causou supresa."Tenho visitado meu pai e convivido com ele numa relação de pai e filho, assim como hoje sou mais pai do que qualquer outra coisa. Quem me acompanha sabe que meu pai e meus filhos são a minha razão de viver", finalizou.

Outras Notícias