Palmas, Tocantins -

Blog da Tum

Roberta Tum

Roberta Tum

roberta.tum.9 @robertatum

Colunista do Editorial Blog da Tum


Análise
2.754 visualizações

Mesmo nomeado, Joseph Madeira não assume e 02 passa a ser Heber Fidelis, da Seciju

Primeira semana do novo governo é marcada por rompimento político e administrativo de Barbosa com Carlesse, mas equipe ainda não está completa
- Atualizada em
Descrição: Heber Fidelis, Seciju Divulgação

O homem forte do governo e que seria o 02 na cadeia de comando no Palácio Araguaia, empresário Joseph Madeira, não assumiu até esta quinta-feira, 28, o cargo de Secretário Geral de Governo, que era ocupado até semana passada por Divino Allan. Madeira, que iniciou no final de semana, conversações com secretários do governo Carlesse, para saber quem se sentiria a vontade para continuar nos cargos, mesmo com a mudança de rumo do governo, se afastou por questões de saúde. Madeira está medicado e em casa, após passar uma noite no hospital. Segundo pessoas próximas o que ocorreu foi um pico de estresse, motivado por pouco repouso e uma agenda frenética de reuniões no final de semana. Ainda bastante acelerado, o empresário está com recomendação para repouso. No vácuo, que cresceu durante a semana e já é visto como o homem forte do governo é o secretário de Cidadania e Justiça, Heber Fidélis.,

 

Troca de comando renova expectativa de recebimento de credores do governo

 

Proprietários de prédios alugados para o SINE e que não conseguiram receber do Estado nos últimos meses, alguns ajuizando cobranças e retomando os imóveis, estão animados com a troca de comando no Araguaia. Segundo um deles, fonte ouvida pelo Blog, o novo governo tem acenado com o pagamento da dívida. “Estamos conversando, não queremos antecipar nada, mas a expectativa de finalmente recebermos, é boa”, disse um dos proprietários. “O novo governador está falando que é para pagar tudo, daquele tempo para cá , ninguém recebeu nada”. Caberá ao novo Comitê Gestor, indicado pelo governador em exercício, Wanderlei Barbosa, a análise dos processos represados, sem pagamento. Em janeiro o T1 Notícias publicou reportagem completa sobre o assunto.

 

Outras Notícias