Palmas, Tocantins -

Cidades


Boletim Extra Covid-19
283 visualizações

Araguaína divulga boletim com resultados de coletas dos dias 22, 23 e 24 de junho

Amostras de swab coletadas foram enviadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen-TO) para Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que só divulgou o resultado nesta sexta-feira, 3.
- Atualizada em
Nielcem Fernandes/Governo do Tocantins

A Prefeitura de Araguaína divulgou neste sábado, 4, um boletim extra com resultados de exames para covid-19 que tiveram coletas nos entre os dias 22 e 24 de junho. Devido ao desabastecimento de insumos no Estado para obter o resultado, as amostras de swab foram enviadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen-TO) para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A fundação só concluiu a análise do RT-PCR nessa sexta-feira, 3.


 
Nesse período, foram registrados 61 casos confirmados no dia 22 de junho, mais 73 no dia 23 e 53 no dia 24, totalizando 187 novos casos da covid-19 em Araguaína. “Todos já informados do resultado por telefone e e-mail, ontem ainda”, afirmou a secretária municipal da Saúde, Ana Paula Abadia.

 


 
A secretária ainda explica que esses pacientes que aguardavam o resultado já tinham sido orientados para ficarem em isolamento social. “Eles estão sendo monitorados pela equipe da Saúde Municipal até a conclusão dos 14 dias de isolamento, como está previsto no protocolo”.


 
Maior testagem


Desde o dia 25 de março, quando adquiriu a primeira remessa de testes rápidos para a covid-19, até o último dia 23 de junho, Araguaína já contava com o total de 10.342 testes realizados na rede pública municipal para diagnóstico da doença, segundo os dados da Vigilância Epidemiológica.


 
Considerando apenas os números da rede pública municipal, o índice de testagem é de 5.732 exames para cada 100 mil habitantes, sete vezes maior que a média nacional, de 766 testes para cada grupo de 100 mil pessoas.


 
No comparativo com o Tocantins, que tem índice de 538 testes para cada 100 mil habitantes, a média de Araguaína é quase dez vezes maior e é também maior do que a média de todos os estados, segundo dados divulgados pelo site G1, com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e das secretarias estaduais de Saúde. O estado com maior índice de testagem é o Amapá, com 4.433 testes para cada 100 mil habitantes.