Palmas, Tocantins -

Cidades


Salários atrasados
915 visualizações

Coleta de lixo na Capital pode ser paralisada a partir de segunda-feira, 13

O valor geral em débito com a folha de pagamento, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio, Conservação Ambiental e Pública, seria da ordem de R$ 600 mil
- Atualizada em
Divulgação

A coleta de lixo em Palmas poderá ser paralisada a partir das 6 horas da manhã da próxima segunda-feira, 13. Foi o que assegurou o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio, Conservação Ambiental e Pública do Estado do Tocantins (SINTECAP/TO) ao T1 Notícias no final da tarde desta sexta-feira, 10, caso a nova empresa recém-contratada pela Prefeitura da Capital não pague os salários do mês de dezembro dos seus funcionários.

 

Segundo o secretário-geral do Sindicato, Carlos Magno, até o final desta sexta-feira havia a expectativa de que a empresa M. Construções e Serviços Ltda, conhecida como MB, efetuasse o pagamento dos cerca de 300 colaboradores que trabalham na limpeza urbana da cidade. O valor geral em débito com a folha de pagamento, segundo o Sindicato, seria da ordem de R$ 600 mil.

  

A empresa chegou a ser advertida e comunicada quanto a possível paralisação em consonância com o artigo 13º da Lei 7.783/89 em ofício enviado pelo SINTECAP/TO e a resposta teria sido que os pagamentos de salários ocorreriam nesta sexta-feira.

   

Segundo o Sindicato, a empresa M Construção & Serviços LTDA também não teria pago o décimo terceiro proporcional de 1/2, apenas o vale transporte competente ao mês de janeiro deste ano.

 

Além disso, o Sindicato afirma também que as carteiras de trabalho dos funcionários foram assinadas apenas no dia 2 de dezembro, mesmo que a empresa tenha começado a prestar os serviços cinco dias antes, em 27 de novembro do ano passado.

 

Contrato

 

A M. Construções e Serviços Ltda foi contratada emergencialmente pela Prefeitura de Palmas em 27 de dezembro de 2019. A empresa, cujo sócio era ligado a Carlinhos Cachoeira, foi pivô de um escândalo envolvendo o ex-prefeito Raul Filho, sobre a contratação da coleta do lixo em Palmas. Segundo o descritivo das atividades da empresa, a M. Construções e Serviços Ltda entrou no ramo do lixo em 2017, há apenas dois anos. A M. Construções e Serviços Ltda apresentou proposta no valor de R$ 16.204.382,40 para efetuar a coleta por 180 dias. Ao todo, a empresa contratou cerca de 300 funcionários para o serviço de limpeza urbana da cidade.

 

Outro lado

 

O T1 tentou contato com a empresa M Construção e Serviços LTDA, para falar sobre o caso, mas as nossas ligações não foram atendidas.

 

 

 

13