Palmas, Tocantins -

Cidades


Detecção
149 visualizações

Mil testes rápidos para Covid-19 chegam a Araguaína e começam a ser aplicados

As unidades compradas pela Prefeitura chegaram na tarde desta terça-feira, 23, e já serão usadas em dez casos suspeitos; demais pacientes serão triados de acordo com a classificação.
- Atualizada em
Divulgação

Os 1.000 testes rápidos para detectar a doença Covid-19 chegaram em Araguaína na tarde dessa terça-feira, 24, antes mesmo do prazo. O material, que foi comprado pela Prefeitura, já começará ser usado hoje, 25, em nove casos suspeitos que são acompanhados pela Saúde Municipal. Além desses testes, o prefeito Ronaldo Dimas já liberou aquisição de mais 1.000 unidades do teste.


 
De acordo o mestre em ciências da saúde e assessor da Secretaria da Saúde, Lucas Moreira, os testes serão feitos de acordo com a classificação de risco. “Neste momento, nós vamos fazer em suspeitos já isolados, em pacientes internados com sintomas graves e em pacientes que serão atendidos e classificados nas UBS de referência”, explicou.


 
O teste rápido detecta o anticorpo Imunoglobulina M (IgM), que é produzido em grandes quantidades nas fases iniciais das doenças. A reação do corpo ao vírus Sars-Cov-2, causador da doença Covid -19, será conhecido em 20 minutos após a coleta de uma amostra de sangue.


 
“Ele vê a reação imunológica, por isso não adianta fazer o teste em pessoas sem sintomas porque pode estar ainda com baixa carga do vírus. A partir do contágio, os níveis de lgM podem ser detectados a partir do 7º dia, antes desse tempo pode dar um falso negativo”, detalhou Lucas.


Agilidade na avaliação


Para ter certeza do contágio, o Município irá confrontar o teste rápido com a contraprova através da coleta de amostras de secreção respiratórias e encaminhar a amostra para o Laboratório Central em Palmas. “O teste rápido é importante também para descartar os negativos e diminuir a demanda dos laboratórios”, afirmou o assessor.


 
Fique em casa


“O nosso medo é que várias pessoas sejam contaminadas com o vírus e precisem dos estabelecimentos de saúde ao mesmo tempo sobrecarregando o sistema”, alertou Lucas. Por esse motivo, todos os residentes da casa em que more um caso suspeito estão sendo orientado a entrarem também em isolamento.


 
“A partir do 5º dia de infecção, os sinais e sintomas aparecem, fazendo com que a transmissibilidade aumente, podendo o vírus continuar circulando no organismo até o 29º dia após a contaminação”, precaveu o mestre em ciências.


 
Pontos de apoio


Esses testes serão realizados após classificação do atendimento nas duas unidades básicas de saúde (UBS) que passaram a ser porta de entrada para atendimento de qualquer grau de sintomas: UBS JK, localizada na rua Araguaci, quadra 14, bairro JK; e UBS Albeny Soares, que fica na Avenida C, nº 1035, no Setor Couto Magalhães, próxima à Escola Estadual Benedito Canuto Braga.


 
O atendimento médico nos locais indicados determinará qual medida será tomada para tratamento do paciente, que pode ser apenas isolamento domiciliar ou encaminhamento para o hospital de referência.