Palmas, Tocantins -
De 11 a 15 deste mês

Palmas monta plano de prevenção ao Sarampo durante os Jogos Escolares da Juventude

Competição contará com competidores oriundos dos demais estados da região Norte, além do Distrito Federal e do Mato Grosso.
- Atualizada em
Wander Roberto-COB

Por conta dos Jogos Escolares da Juventude 2019, que acontecerão em Palmas de 11 a 15 de setembro, com competidores oriundos dos demais estados da região Norte, além do Distrito Federal e do Mato Grosso, a Prefeitura criou um plano operativo que inclui um alerta às delegações sobre a situação vacinal, por causa da situação de sarampo no País.

 

Ao todo serão 1.295 participantes inscritos entre atletas, técnicos e oficiais de nove estados brasileiros, em 4 dias de competição; 100 árbitros das quatro modalidades; 70 voluntários entre universitários e militares; 233 jogos em 16 torneios (modalidade, faixa etária e naipe).

 

As ações visam ainda prevenir e minimizar riscos de lesões ou outras doenças, além de dar segurança aos participantes, espectadores, trabalhadores e residentes e, ainda, proporcionar assistência de urgência eficaz, em casos de agravos à saúde durante o evento.

 

Também serão vacinados os profissionais que trabalham nos 17 hotéis onde as delegações estarão hospedadas, dos profissionais de saúde que atuarão nos jogos, aeroportuários; trabalho junto aos Centros de Saúde da Comunidade e escolas onde ocorrerão os jogos; reuniões com os profissionais da rede de atendimento público e privado, com a rede de apoio laboratorial visando o diagnóstico oportuno, com a vigilância epidemiológica do município e estadual, com a Anvisa com atualização do plano de contingência no aeroporto, com as equipes de saúde do trabalhador  e ambiental; entre outros.

 

Para os Jogos foi ativado o Centro Integrado de Operações conjuntas (Ciocs) que fará o monitoramento das ações. “Durante a realização dos jogos, o monitoramento será constante e caso haja alguma emergência em saúde pública, a primeira conduta é fazer uma análise de risco e identificar quais medidas de gerenciamento são prioritárias, articulando a Rede de Atenção à Saúde, de urgência e emergência e inclusive laboratorial, para garantia do acesso da população envolvida no evento de massa nos planos de emergência e contingência”, ressalta a coordenadora de Vigilância em Saúde da Semus, Marta Malheiros.

 

“Nos locais de realização dos jogos, haverá um técnico de enfermagem e um enfermeiro para realizar atendimentos. Três ambulâncias serão disponibilizadas exclusivamente para o evento e haverá um sistema de comunicação próprio para realizar as chamadas que forem necessárias, além disso, as Upas terão reforço de funcionários em seus plantões”, complementa a coordenadora de Urgência e Emergência da Semus, Adriana Borges.

 

Os Jogos

 

Os Jogos Escolares da Juventude já se consolidaram como a competição mais importante do calendário esportivo estudantil do País. Criados em 2005, fruto de uma parceria entre o Comitê Olímpico do Brasil (COB), Ministério do Esporte e Grupo Globo, celebram a união entre esporte, cultura e educação, elementos fundamentais para o desenvolvimento de uma nação.

 

Os jogos têm por finalidade aumentar a participação de atividades esportivas em todas as instituições de ensino públicas e privadas do território nacional, e promover a ampla mobilização da juventude estudantil brasileira em torno do esporte.

 

Os Jogos Escolares da Juventude 2019 são uma realização do COB em parceria com o Ministério do Esporte e o Grupo Globo sendo realizada somente nas etapas regionais e etapa nacional. Palmas foi a escolhida para ser a cidade sede da Regional Verde, que receberá atletas dos estados de toda a região Norte, do Distrito Federal e do Mato Grosso.

 

Organização

 

O Comitê Olímpico do Brasil definiu Blumenau (SC) como a sede da etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude 2019, que serão realizados em novembro. Além disso, Cascavel (PR), Natal (RN) e Palmas receberão, neste mês, as três fases regionais da maior competição escolar do país. Os principais critérios para a definição das sedes foram as garantias governamentais de atendimento ao caderno de encargos, sessão dos locais de competição e centro de convenções (etapa nacional) e disponibilidade e tarifa da rede hoteleira. Blumenau, Cascavel e Palmas receberão pela primeira vez o evento. 

 

Desde 2018, a maior competição estudantil do país é disputada em um novo formato: três etapas regionais, destinadas a classificar as modalidades coletivas, e uma nacional, reunindo mais de seis mil atletas dos 26 estados mais o Distrito Federal. O novo formato gerou uma redução orçamentária de aproximadamente 30% em relação aos anos anteriores. Em 2018, Natal (RN), Manaus (AM) e Joinville (SC) receberam os Jogos Escolares da Juventude.

 

Os Jogos Escolares da Juventude já revelaram vários atletas para o alto rendimento, como a campeã olímpica Sarah Menezes e a campeã mundial Mayra Aguiar, ambas do judô. Além delas, nomes como Hugo Calderano, Raulzinho, Ana Claudia Lemos e Leonardo de Deus, que representaram o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, deram seus primeiros passos no esporte nos Jogos Escolares. Da delegação brasileira que participou dos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, 33 atletas entre 59 possíveis em 11 modalidades são oriundos da maior competição escolar do país.

 

Anualmente, os Jogos Escolares da Juventude reúnem mais de 2 milhões de jovens nas seletivas municipais e estaduais, representando cerca de 40 mil escolas públicas e privadas de quase 4 mil municípios. A fase nacional, organizada pelo COB, reúne anualmente mais de 6 mil alunos-atletas de 12 a 17 anos de todo o Brasil, que competem em 14 modalidades, em um clima de interação, respeito e amizade.

 

As datas das etapas regionais e da nacional dos Jogos Escolares 2019 são as seguintes:

 

Regional Amarela (Sul/Sudeste/GO/MS): 2 a 6 de setembro - Cascavel (PR)

Regional Verde (Norte/DF/MT): 11 a 15 de setembro - Palmas (TO)

Regional Azul (Nordeste): 20 a 24 de setembro - Natal (RN)

Nacional: 16 a 30 novembro - Blumenau (SC)