Palmas, Tocantins -

Cidades


Contra a Covid-19

Palmas segue com agendamento aberto para vacinação de adolescentes de 16 e 17 anos

Além dos jovens de 16 e 17 anos sem comorbidade, também podem se vacinar adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidade, população acima de 18 anos e demais públicos do Plano Nacional de Imunização
- Atualizada em
Raiza Milhomem

Segue aberto nesta terça-feira, 14, o agendamento para a vacinação contra a Covid-19 para o público de 16 e 17 anos sem comorbidade, além dos adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidade, população acima de 18 anos e demais públicos do Plano Nacional de Imunização (PNI) e aplicação da segunda dose. Agende aqui.

 

Depois de realizar o agendamento, os adolescentes devem comparecer aos locais de vacinação com o termo de consentimento devidamente preenchido (acesse aqui) e devidamente acompanhados de um dos seus genitores (pai ou mãe) ou responsável legal, que deverá estar munido de documentos pessoais (RG, CPF ou CNH). Os jovens também devem apresentar cartão de vacinação, cartão do SUS, documentos pessoais e comprovante de endereço.

 

Adolescentes com comorbidade

 

Para se vacinar, os adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidade também devem estar acompanhados de um dos seus genitores (pai ou mãe) ou responsável legal. Esse responsável deve estar munido com documentos pessoais (RG, CPF, ou CNH).

 

Em relação à documentação do adolescente, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) reforça que é obrigatório comparecer às unidades com o documento de consentimento (preenchido e assinado) e o laudo médico. Além disso, cópia do comprovante de endereço, documentos pessoais (RG, CPF), cartão de vacina e cartão do SUS.

 

Sobre o laudo médico, o documento deve conter a descrição da comorbidade, conforme especificado no informe técnico disponível na página do Sistema de Agendamento.

 

Idosos e imunossuprimidos

 

A imunização para idosos a partir de 70 anos e imunossurprimidos também  prossegue na Capital. Para este público não é necessário agendamento. Basta a pessoa comparecer a uma das unidades listadas abaixo.

 

Para receberem a dose de reforço, os idosos devem observar o intervalo de seis meses da aplicação da segunda dose e os imunossuprimidos, 28 dias. Idosos e imunossuprimidos devem apresentar documentos pessoais (RG e CPF), cartão de vacina e comprovante de endereço. Os imunosssuprimidos devem apresentar ainda laudo e/ou receita que comprove sua condição, caso necessário.

 

Confira as unidades de saúde que farão a administração das doses das vacinas contra a Covid-19:

 

Unidades exclusivas para a aplicação da primeira dose (D1):

 

Atendimento das 13h às 17h

 

USF 603 Norte

USF 406 Norte

USF 409 Norte

USF 207 Sul

USF 108 Sul

USF 403 Sul

USF 1103 Sul

USF 1206 Sul

USF 1304 Sul

USF Lourdes Milhomem

USF Novo Horizonte

USF José Hermes

USF Aureny II

USF Santa Bárbara

USF José Lúcio

USF Santa Fé

 

Atendimento das 13h às 20h

 

USF 1004 SUL 13 às 20 h

 

Unidades exclusivas para aplicação da segunda dose (D2):

 

Atendimento das 13h às 17h

 

USF 405 Norte

USF 210 Sul

USF Morada do Sol

 

Unidade com aplicação de D1 e D2:

 

Atendimento das 13h às 17h

 

USF Taquari