Palmas, Tocantins -

Cidades


Capacitação

Técnicos do Senar são capacitados para levar tecnologia a produtores rurais

O processo envolve desde o diagnóstico individualizado de cada propriedade, passa pela concretização das transformações tecnológicas programadas para serem implementadas e controle de despesas
- Atualizada em
Divulgação/Faet

Uma das principais ações do Sistema Faet/Senar é levar assistência técnica aos produtores rurais do Tocantins e oferecer orientação e apoio para melhorar a gestão da propriedade e obter lucratividade na atividade desenvolvida no campo. O processo envolve desde o diagnóstico individualizado de cada propriedade, passa pela concretização das transformações tecnológicas programadas para serem implementadas e inclui também o controle de receitas e despesas.

 

Para que os técnicos e supervisores de campo estejam afiados foi firmada uma parceria entre Senar e Embrapa que permite que eles tenham uma qualificação continuada para levar mais tecnologia ao campo. Depois dos profissionais que atuam na bovinocultura de leite, agora foram os profissionais da bovinocultura de corte que concluíram a primeira etapa do treinamento. Em dois anos de aperfeiçoamento, os técnicos e supervisores terão 80 horas aula divididas em quatro módulos de 20 horas. Este mês, foi concluído o primeiro módulo com uma atividade prática no campo experimental da Embrapa, na Agrotins, em Palmas.

 

Segundo o diretor da ATeG, André Abreu, o objetivo dessa parceria é que as tecnologias cheguem aos produtores rurais do Estado e produzam resultados positivos. “Aqui na aula prática eles aprenderam toda a parte de manejo de pastagens, fertilidade do solo, ajuste de lotação. Pontos que são fundamentais para serem aplicados na propriedade que eles irão atender”, afirmou. O diretor destacou ainda que não importa se os profissionais já são experientes ou estão entrando agora no sistema, todos passam pela mesma capacitação, de modo que os conceitos aplicados estejam alinhados.

 

O responsável pela capacitação, o instrutor da Embrapa, Pedro Henrique Azevedo, destacou a importância dessa parceria. “Queremos levar para o produtor rural as tecnologias para intensificar sua produção, mas isso só é possível por meio dos profissionais da ATeG do Senar. A Embrapa tem a função de desenvolver, validar as tecnologias e transferir para esse público que faz o atendimento aos produtores, por isso eles precisam estar capacitados”, pontuou.

 

Sânida Vieira, supervisora do Senar, acredita que nesta capacitação eles tiveram a oportunidade de aprofundar o conhecimento para elevar a produtividade e rentabilidade das propriedades. A profissional destacou que “o Senar leva assistência técnica para o produtor, mas também prepara regularmente os técnicos para que eles cheguem no campo atualizados, com o conhecimento e segurança para trabalhar nas propriedades”.

 

Já o engenheiro agrônomo Thiago Silva, que iniciou atividade como técnico de campo recentemente, apesar de ser novato na Assistência Técnica e Gerencial, reconhece o valor da capacitação continuada. Para ele, estar preparado para atuar no campo depende da atualização regular, sobretudo com o que há de mais moderno no mercado e que a Embrapa apresenta em primeira mão. Com o treinamento e as aulas práticas temos condições de fazer as entregas que o produtor almeja”, concluiu.

Notícias sobre:

senar capacitação tecnicos faet