Palmas, Tocantins -

Estado


Investimento
548 visualizações

Governo adquire máquinas e planeja recuperar e construir estradas nos 139 municípios

Mais de R$ 60,5 milhões foram investidos na compra de pá carregadeiras, retroescavadeiras e escavadeiras que serão utilizadas na melhoria das vias e da infraestrutura do Estado.
- Atualizada em
Descrição: Os recursos foram liberados pela Sudam, vinculada ao MDR. Antônio Gonçalves/Governo do Tocantins

A manutenção das rodovias e estradas vicinais dos 139 municípios tocantinenses será reforçada com as 231 máquinas pesadas adquiridas pelo Governo do Tocantins. O intuito do governador Mauro Carlesse é melhorar o deslocamento da população e o escoamento da produção agropecuária, tanto da agricultura familiar, quanto do agronegócio, que necessita reduzir custos com frete e agilizar suas entregas.

 

“Agora o Tocantins está melhor equipado para atender e auxiliar os 139 municípios na construção e restauração das estradas vicinais e também para realizar a manutenção das nossas rodovias. E o mais importante é que quem sai ganhando é a população, principalmente o homem do campo, pois facilita o seu deslocamento e transporte da sua produção”, afirmou o governador do Tocantins, Mauro Carlesse.

 

O valor do investimento é de mais de R$ 60,5 milhões, oriundos de emenda coletiva da bancada do Tocantins no Congresso Nacional (legislatura 2015/2018). Com os recursos foram adquiridas 139 retroescavadeiras sobre rodas (mais de R$ 33,7 milhões), 80 pás carregadeiras sobre rodas (mais de R$ 21,9 milhões) e 12 escavadeiras hidráulicas com esteira (mais de R$ 4,7 milhões investidos).

 

Os recursos foram liberados através da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), e o processo licitatório foi conduzido pela Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto).

 

O Governo do Tocantins já começou a receber as novas máquinas que estão sendo estacionadas em frente ao Palácio Araguaia. Tão logo as entregas sejam concluídas pelos fabricantes, as máquinas serão patrimoniadas e os trâmites legais de documentação realizados para que seja feita a cessão aos municípios.