Palmas, Tocantins -
Força tarefa

Incêndio florestal de grande proporção na Serra do Lajeado enfim é controlado

Os trabalhos iniciaram na última quarta-feira e o resultado foi avaliado como positivo
- Atualizada em
Bombeiros Militar - Divulgação

O fogo na Serra do Lajeado enfim foi combatido no final da tarde desta quinta-feira, 15. Pelas fotos divulgadas pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado, na manhã desta sexta-feira, 16, é possível perceber o tamanho do dano causado à natureza.

 

A extinção é o resultado do trabalho em conjunto das equipes de combate a incêndio florestal, que estavam desde quarta-feira lutando contra as chamas. A região começou a queimar um dia antes e com os fortes ventos deste período, a queimada ganhou proporção. Contudo, as instituições ambientais e de segurança pública se uniram em torno da situação.

 

 

 

 

Reignição

 

O tenente-coronel Geraldo da Conceição Primo, coordenador-adjunto da Defesa Civil Estadual, que avalia o resultado como positivo, explica que nesta manhã de sexta, algumas equipes vão apenas executar o rescaldo e conferir tudo de perto para evitar a reignição.

 

“O incêndio na Serra do Lajeado está sob controle. Significa que o incêndio não vai se alastrar, mesmo que ainda tenha focos dentro da área e pode ser que continue a fazer muita fumaça. Porém, esta é a fase denominada extinção e vigilância, quando as equipes permanecem no local apagando, extinguindo o fogo interno e acompanhando para que não pule fora do perímetro estabelecido”, explicou o coordenador.

 

Dificuldades

 

A Serra do Lajeado, segundo o tenente-coronel, tem características que dificultam no combate às chamas. “A serra é um lugar bastante irregular e de difícil acesso, a vegetação seca, a alta temperatura, a baixa umidade relativa do ar e, para completar, está ventando muito. É muito difícil controlar um incêndio florestal com um vento desse. Mas as equipes se empenharam e o fogo está sendo totalmente eliminado”, completou.

 

 

 

 

Além de equipes do Corpo de Bombeiros, brigadistas do Naturatins e militares do 22ª Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro atuaram no combate ao incêndio. E no início da tarde de quinta-feira, a pedido da Defesa Civil Estadual, outros 26 brigadistas do Prevfogo IBAMA, entraram no combate.