Palmas, Tocantins -
Cidadania e Justiça

Muricilândia recebe nesta sexta-feira Fórum Tocantinense contra trabalho infantil

O Fórum também objetiva sensibilizar os munícipes sobre as questões que incluem os adolescentes no Sistema de Aprendizagem e no mercado de trabalho
- Atualizada em
Divulgação

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Gerência de Promoção dos Direitos da Criança e Adolescente, em parceira com o Fórum Tocantinense de Erradicação do Trabalho Infantil e Promoção da Aprendizagem (Fetipa), está promovendo, desde o dia 21 de maio, debates sobre o trabalho infantil em alguns municípios do interior do estado, com a finalidade de combatê-lo e erradicá-lo. A próxima reunião ocorre nesta sexta-feira, 24, no município de Muricilândia.

 

O Fórum também objetiva sensibilizar os munícipes sobre as questões que incluem os adolescentes no Sistema de Aprendizagem e no mercado de trabalho de acordo com as leis vigentes. “É de suma importância da participação da Seciju no Fetipa e também nas audiências públicas, pois assim estamos contribuindo na erradicação do trabalho infantil no Estado do Tocantins, garantindo o respeito aos direitos das crianças e adolescentes”, ressaltou Rejane Pereira Pinto, gerente de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente.

 

A integração e participação da Superintendência de Administração do Sistema de Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente, deu-se por meio da organização na realização das Audiências Públicas sobre o trabalho infantil, que aconteceram nos municípios de Piraquê, no dia 21 de maio, em Santa Fé do Araguaia, no dia 22 e em Carmolândia nesta quinta-feira, 23.

 

Cristiane Ribeiro Neto, servidora da Seciju, explicou a relevância das ações que tem acontecido nos municípios interioranos, locais onde ainda são perceptíveis crianças em situação de trabalho. “Este espaço é importante, porque sensibiliza a comunidade em geral e autoridades para a erradicação do trabalho infantil, buscando desenvolver programas sociais de ensino e aprendizagem”. Trata-se de um evento no qual a sociedade se volta para a temática. “No evento o prefeito se compromete com a causa por meio de assinatura de termo”, explicou Cristiane.