Palmas, Tocantins -

Geral


França

Principais invenções dos franceses para a humanidade

- Atualizada em
Pexels

A França tem uma importância ímpar na história da sociedade moderna e muito de seu lugar de destaque no cenário mundial se deve aos seus grandes criadores e pensadores dos tempos modernos.

 

Nos últimos 300 anos, inventores franceses criaram produtos, objetos, sistemas e equações que se tonaram fundamentais para a vida em sociedade. Para pontuar um pouco da importância francesa na história recente, relembramos os feitos de alguns dos grandes inventores da França.

 

Leitura em braile

 

Muito importante para a comunicação dos deficientes visuais, a leitura em braile é uma invenção francesa. Criada em 1824 por Louis Braille, o inventor conseguiu elaborar um sistema de interação capaz apenas pelo tato.

 

Uma curiosidade interessante é o fato de que, na época da invenção, Braille tinha apenas 15 anos de idade. Deficiente visual completo, ele trabalhou incessantemente em um sistema de pequenos pontos para que pudesse ler e escrever sem a ajuda alheia.

 

Passaram mais de 200 anos e o método criado por Braille segue sendo o mais utilizado para os deficientes visuais se comunicaram. Inventor, músico e acadêmico, ele se tornou uma das personalidades francesas mais conhecidas do século XIX.

 

O cinema com os irmãos Lumière

 

É difícil imaginar um mundo sem cinema, visto que a sétima arte se tornou popular em todos os cantos. Em Palmas, por exemplo, são várias opções de atrações. Uma das maiores invenções da história humana, essa criação se deve aos irmãos Auguste e Louis Lumière. Sendo frequentemente alcunhados de “pais do cinema”, a dupla, nascida na cidade de Bensançon, tem o seu lugar marcado no panteão francês dos grandes criadores.

 

Em 1895, aconteceu a primeira apresentação pública de cinema da história, com a exibição de um curta metragem. Ainda no século XIX, os irmãos Lumière, que trouxeram o cinema para o mundo, percorreram as maiores cidades da França para divulgar a sua nova criação que mudaria para sempre a comunicação.

 

Vale também ressaltar que o trabalho dos Lumière só foi possível graças à invenção do filme de câmera, criado por Louis Le Prince. Outros franceses como Léon Bouly e Georges Melies também foram importantes no processo de criação do cinema.

 

 

A invenção da roleta

 

De acordo com a maioria dos historiadores, a roleta foi inventada em 1655 pelo físico e matemático francês Blaise Pascal. Foi ele que idealizou a roleta com números e forma operacional que conhecemos hoje. Rapidamente a roleta se tornou um jogo popular na França e, no final do século XVIII, a modalidade já era um dos jogos procurados nos maiores cassinos do mundo.

 

Com o passar dos séculos, a roleta ganhou novas variantes, sendo essas as três principais: roleta francesa, roleta americana e rolete europeia. Além disso, nos últimos anos a modalidade também ganhou grande representatividade no cenário online, com a facilidade do público consultar as principais regras da modalidade na internet e a qualquer instante.

 

A máquina de costura tem patente francesa

 

Assim como o cinema e o sistema de leitura Braile, a máquina de costura também foi inventada por um francês no século XIX. Barthélemy Thimonnier, alfaiate que nasceu na cidade de L’Arbresie, trouxe um mundo um novo jeito de trabalhar com os tecidos.

 

Ao invés de costurar com as mãos, Thimonnier desenvolveu uma maneira prática de costurar em maior escala e com menor esforço. O padrão de suas primeiras máquinas de costura segue sem muitas modificações até os dias atuais, provando que sua invenção foi totalmente precisa e à frente do seu tempo.

 

Thimonnier introduziu a primeira máquina de costura em 1829 e rapidamente esse produto passou a ser muito utilizado por fábricas do mundo inteiro.

 

O primeiro voo veio por uma dupla francesa

 

Sim, é fato que a proeza dos primeiros aviões é destinada aos irmãos Wright e a Santos Dumont, mas vale mencionar que muito tempo antes dois irmãos franceses já desbravavam os ares.

 

Joseph-Michel e Jacques-Etienne Montgolfier inventaram o balão de ar quente e expuseram a invenção em 1783 com um voo de curta distância. É verdade que os protótipos do século XVIII são bem diferentes do que se tem hoje em dia com a tecnologia dos balões de ar quente, mas a criação dos irmãos pavimentou o caminho para descobertas posteriores.

 

Como nota de curiosidade, também é importante destacar que o primeiro paraquedas também foi inventado por um francês. No ano de 1783, o mesmo da criação do balão de ar quente, Louis-Sebastien Lenormand pulou de um observatório de sua cidade, acionou o paraquedas e sobreviveu, marcando o primeiro salto bem-sucedido com essa bugiganga que mais tarde se tornaria imprescindível para a aviação.

Notícias sobre:

frança invenções cinema