Palmas, Tocantins -

Minha Opinião

Roberta Tum

Roberta Tum

roberta.tum.9 @robertatum

Colunista do Editorial Minha Opinião


Assembléia Legislativa
422 visualizações

Com quatro abstenções, e dois contra é aprovado repúdio a Kátia Abreu

Depois de ampla discussão, o requerimento do deputado Stálin Bucar (PR) que encaminha uma moção de repúdio à senadora Kátia Abreu (DEM) e pede o afastamento dela da presidência da CNA, foi aprovado com dois votos contra e quatro abstenções. O preside...
- Atualizada em

Os deputados estaduais aprovaram uma moção de repúdio contra a senadora Kátia Abreu (DEM) na sessão desta terça, 1º que pede ainda o afastamento dela da presidência da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária. Os democratas oposicionistas, Toinho Andrade e Osíres Damaso votaram contra e alegaram motivos pessoais e políticos dos deputados para votarem a favor. O requerimento é de autoria do deputado Stálin Bucar (PR).

 A deputada Solange Duailibe (PT) e os deputados Amélio Cayres (PR), Cacildo Vasconcelos (PP) e César Halum (PPS) se abstiveram de votar no requerimento.Solange lembrou que é adversária de Kátia mas disse que não concorda com a atitude. “Prefiro me abster”, disse.

Cayres não justificou a abstenção, já Cacildo reafirmou que é contra a senadora mas que prefere não se manifestar sobre o assunto. Halum foi pontual em sua justificativa e disse que teria motivos de sobra para votar a favor mas que preferiu se abster. “Não sou tão covarde, nem tão baixo como ela”, falou.

Stálin justifica

Na tribuna, o deputado explicou os motivos de ter apresentado o requerimento. “Minha iniciativa é evitar que se aproveitem do direito das pessoas, tomando terras de maneira injusta”, argumentou. O deputado atacou a senadora. “Ela está angustiando e intranqüilizando uma família pobre”, disse se referindo à denúncia de apropriação de terras que a Revista Carta Capital trouxe na edição da semana passada. O deputado negou que os motivos pessoais tenham influenciado na moção e lembrou que o caso esta na justiça há 15 anos.

Damaso critica

Também na tribuna, o deputado Damaso defendeu a senadora e atacou a revista. “Essa revista de forma irresponsável e sem credibilidade de forma maldosa quer denigrir a imagem de quem tanto luta por esse Estado”, disse. O deputado lembrou que não há nada provado e falou diretamente à Stálin que foi o autor do requerimento. “Sei que o senhor tem desavenças pessoais com a senadora, mas saiba que essa revista é mentirosa”, disse.