Palmas, Tocantins -

Minha Opinião

Ver comentários
Roberta Tum

Roberta Tum


roberta.tum.9 @robertatum
Colunista do editorial Minha Opinião

Obras avançam a todo vapor
2.780 visualizações

Pré-campanha cresce nos ataques, mas cidade em obras não mente: Cinthia governa!

Campanha pela prefeitura ano que vem, deverá sim, trazer muitas e boas opções de voto. Palmas merece que seja assim. Mas até lá, o melhor que os adversários fariam, é deixar a mulher trabalhar em paz
- Atualizada em
Edu Fortes - Prefeitura de Palmas

Os adversários políticos da prefeita Cinthia Ribeiro são muitos. E não medem a linha da cintura para atacá-la, como se viu nas redes e em espaços que reproduzem a fala rasteira das ruas. Turma que já se conhece e se sabe a quem são ligados.

 

O fato, que reverbera nas ruas é indiscutível: a cidade avança. O que não dá espaço a argumentos de que a prefeita não governaria, premida de um lado pela influência do noivo e de outro representada pela executiva cobiçada por 10 entre 10 gestores de peso desse Estado: Mila Jaber.

 

Parênteses.

 

Conheço Mila há anos. É firme, direta, como as mulheres que se habituaram a trafegar num mundo de homens.

 

 

Foto: Divulgação Sebrae

 

 

Volta para a Prefeitura de Palmas, de onde, diga-se -  é servidora de carreira, concursada – após correr o mundo em postos de comando importantes, como o Ministério da Agricultura. Onde fez linha de frente da então Ministra Kátia Abreu.

 

Estamos falando da mesma Mila Jaber que antes disso comandou o Sebrae Tocantins.

 

Uma mulher de resultados. Como precisa a prefeita Cinthia Ribeiro. Aliás, Mila soma, com os demais quadros do primeiro escalão, 38% de pessoal altamente técnico, de formação.

 

Fecha parênteses.

 

O que estamos assistindo e já não é de hoje, é uma pré-campanha antecipada, em que Cinthia vai enfrentar, a se manter o cenário de hoje, o vice-governador Wanderlei Barbosa. Um nome de peso, ainda que Carlesse não o sustente com a máquina estadual, conforme já se ouve nos bastidores.

 

De uma fonte real e das boas escutei que o governador já disse ao vice que deve ele próprio buscar as fontes de financiamento da disputa municipal.

 

A conferir.

 

Mas Cinthia, por estar na cadeira, incomoda mais gente. E deve ter, a se manter a animosidade atual, o ex-prefeito Carlos Amastha como adversário também. Ele, que não pode disputar a prefeitura, por questões da legislação, terá seu candidato, por óbvio.

 

Este nome será a terceira via dessa disputa. Sem prejuízo das demais candidaturas que brotam aqui e alí. Júnior Geo, Cleiton do Sisepe, Delegado Hudson. Qual delas vingará é exercício de adivinhação, no qual não me arrisco, mas uma coisa é certa: Cinthia Ribeiro é alvo principal.

 

E não adianta tentarem lhe tirar até o sobrenome, como tentam ao chama-la de Caetano ou Mantoan. Cinthia ainda seguirá Ribeiro por quanto tempo desejar e é assim que é conhecida.

 

Trata-se de mais uma tentativa de desconstrução, de olho nas pesquisas qualitativas.

 

Dito tudo isso, o que interessa à comunidade é que a cidade caminhe. Em pleno período de estiagem, por onde se ande, as obras avançam a todo vapor.

 

Na Câmara Municipal, onde o jogo é bruto, a prefeita vive um período de trégua e aprovou na semana passada o Refis.

 

Nesta semana, Taquaruçu viverá uma nova edição do Festival Gastronômico que Raul Filho lançou, Carlos Amastha profissionalizou e a prefeita leva com maestria e muita atenção aos detalhes.

 

A campanha pela prefeitura ano que vem, deverá sim, trazer muitas e boas opções de voto. Palmas merece que seja assim. Mas até lá, o melhor que os adversários fariam, é deixar a mulher trabalhar em paz.

 

Por que mulher pode bem ir ao shopping e ao salão, atender à tarde e à noite, enquanto caminha pelas obras de manhã. O que importa é o resultado. É esse que a gente vai cobrar lá na frente, na hora da urna.