Dorinha descarta possibilidade de ser vice e nega afastamento com Dimas

A parlamentar conversou com o Portal na manhã de hoje, 18, para descartar qualquer possibilidade de construção do seu nome como candidata a vice-governadora, em qualquer chapa

Deputada federal Professora Dorinha (UB/TO)
Descrição: Deputada federal Professora Dorinha (UB/TO)

A deputada federal Professora Dorinha, pré-candidata ao Senado pelo União Brasil nas eleições deste ano no Tocantins, conversou com o Portal T1 Notícias na manhã de hoje, 18, para descartar qualquer possibilidade de construção do seu nome como candidata a vice-governadora, em qualquer chapa. 

 

Segundo Dorinha, não existe clima ruim entre ela e Ronaldo Dimas. "Eu conduzo um partido que construiu a melhor nominata de deputado federal, que tem uma boa chapa de candidatos a deputado estadual, e não se trata só do meu projeto para o Estado, mas de um grupo. Então, estamos conversando para construir. Talvez eu tenha sido mal interpretada na minha fala de que somos um partido independente, isso não quer dizer que eu estou buscando construir uma candidatura avulsa", explicou a parlamanentar. 

 

Conforme a deputada, ela tem mantido conversações "o tempo todo" com o pré-candidato do PL, Ronaldo Dimas, e entende que há muito tempo para essas conversações. "O Ronaldo também tem conversado com vários segmentos e ele está correto. Ele tem conversado com o ex-governador Marcelo Miranda, com o ex-senador Ataídes, e isso não quer dizer que ele esteja buscando outro senador. Da mesma forma, eu converso com vários interlocutores, embora nunca tenha sentado com o governador Wanderlei Barbosa para tratar de qualquer possibilidade de caminharmos juntos", ressalta. 

 

Para Dorinha, não há viabilidade em qualquer acordo que inclua futura candidatura ao governo. "Se o meu projeto fosse ser governadora, eu poderia ser deputada federal por mais quatro anos e disputar a próxima eleição, para isso eu não dependo de ser vice de ninguém. Essa lógica é das pessoas que acham que o político está sempre procurando emprego. Eu não estou procurando emprego, eu sou professora e vou me aposentar como professora. E também não estou na política vendo os mandatos como empregos, estou deputada federal e estou discutindo um projeto de Estado para o Senado", disse. 

 

A deputada ainda destacou que tem como grande parceiro o senador Eduardo Gomes, no entanto, ela ressalta que o maior compromisso dela hoje é com o União Brasil, em estabelecer as melhores condições para que o grupo dispute as eleições deste ano. 

Comentários (0)