Em clima de emoção, Brito Miranda é sepultado no cemitério Jardim das Acácias

Cortejo até o cemitério foi iniciado por volta das 10h após missa com o corpo presente na Igreja São José

O sepultamento do ex-secretário de Infraestrutura do Estado e pai do ex-governador Marcelo Miranda, José Edmar Brito Miranda, ocorre na manhã desta segunda-feira, 27, no cemitério Jardim das Acácias, em Palmas.

 

Após a missa com o corpo presente às 8h, na Igreja São José, onde o corpo começou a ser velado na noite desse domingo, 26, por volta das 10h o cortejo para o cemitério foi iniciado.

 

O velório de Brito Miranda foi marcado por emoção e pela presença de inúmeros líderes políticos, familiares e amigos. O ex-governador do Tocantins, Marcelo Miranda (MDB), se emocionou ao homenagear o pai.

 

A família agradeceu as manifestações de solidariedade neste momento de luto. O Governo do Tocantins e a Prefeitura de Palmas decretaram luto oficial de três dias pelo falecimento de Brito.

 

José Edmar Brito Miranda morreu aos 87 anos neste sábado, 25, em São Paulo, vítima de uma parada cardíaca.

 

Brito Miranda

 

Brito Miranda, como era conhecido por todos, era filho de Leôncio Miranda e Anaídes Brito Miranda. Formado em Direito na Universidade Federal de Goiás, especializou-se em Direito Agrário e foi promotor de justiça. Essa especialização profissional o habilitou para presidir o Instituto de Desenvolvimento Agrário do Estado de Goiás (Idago) e ser chefe de gabinete da Secretaria de Agricultura daquele Estado.

 

Iniciou a carreira política em 1962 quando foi eleito deputado estadual por Goiás, pelo Partido Social Democrático (PSD), tendo migrado para o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) após a outorga do bipartidarismo pelo Regime Militar de 1964. Foi reeleito deputado estadual em 1966. Feito que alcançou novamente nas eleições de 1982 e 1986. Em 1988, disputou sua última eleição como candidato a vice-governador do Tocantins na chapa do PMDB liderada por José Freire, não tendo sido eleito, visto que a chapa de Siqueira Campos e seu vice, Darci Coelho, venceram nas urnas.

 

Também foi promotor de Justiça no Tocantins e exerceu vários cargos públicos durante as gestões de seu filho, o ex-governador Marcelo de Carvalho Miranda, eleito em 2002, 2006 e 2014.

Comentários (0)