Palmas, Tocantins -

Política


Repercussão
1.006 visualizações

Em post, Amastha faz crítica ao governo e fala em mudança na hora de votar

O ex-prefeito de Palmas comentou, em suas redes sociais, sobre as operações que investigam o governador do Estado e secretários
- Atualizada em
Descrição: Carlos Amastha (PSB) Reprodução/Instagram

Após as polêmicas operações da Polícia Federal, realizadas na manhã desta quarta-feira, 20, e que tem como alvo o governador do Estado, além de secretários, o ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB) comentou sobre o episódio em suas redes sociais.

 

Em vídeo publicado no Instagram, Amastha ressalta que com o afastamento do governador Mauro Carlesse, determinado pelo Superior Tribunal de Justiça, “vem aquele velho pensamento: quando vamos mudar o conceito na hora de votar, minha gente".

 

Para Amastha, a população precisa avaliar melhor os políticos que escolhem. “Gente que nunca trabalhou, que nunca fez nada, ricos, com fazendas, com bois no Pará. Coisa mais normal da política, esse bando de políticos corruptos, cheios de dinheiro, e a população ainda trata com respeito, ao invés de pensar bem em quem vota, quem elege, para decidir os destinos”, observou.

 

Na legenda de sua publicação, o ex-prefeito complementa que “a política é nobre, arte de servir, não de roubar o futuro do povo. Além de ladrões ainda incompetentes. Não tem nada de errado com a democracia. Quem erra somos nós na hora de votar”, encerrou.