Palmas, Tocantins -

Política


Eleições Palmas
741 visualizações

Marcelo Lelis assume pré-candidatura e justifica decisão: “puro amor por Palmas”

O pré-candidato a prefeito da Capital defende a ideia de realizar uma campanha “sem acordos espúrios na calada da noite” e falou em plano de governo enxuto e transparência da gestão pública
- Atualizada em
Descrição: Lelis diz que decidiu dar um "cavalo de pau" na sua vida política Reprodução

Ao decidir e aceitar o desafio de disputar a prefeitura da Capital nas eleições deste ano, o ex-deputado Marcelo Lelis (PV) disse que está dando um “cavalo de pau” na sua vida política, após permanecer no ostracismo desde 2014, quando findou o seu mandato como deputado estadual. A expressão cunhada pelo pevista foi manifestada nesta quinta-feira à noite, 16, em uma live organizada pelo partido, no qual ele justificou afirmando que o move nessa decisão é “puro amor por Palmas”.


 

Apesar de ter sido condenado pela Lei da Ficha Limpa por conta de gastos de combustíveis nas eleições de 2012, Lelis defendeu a ideia de realizar uma campanha “sem acordos espúrios na calada da noite”. “Só eu sei as perseguições políticas das quais eu passei”, acrescentou, referindo-se à decisão da justiça que o tornou inelegível por oito anos, cujo prazo vence em 2020. Ele foi beneficiado pelo adiamento das eleições.


 

Lelis entende que uma campanha limpa, fora dos parâmetros tradicionais, vai permitir uma gestão transparente, porque, no seu entendimento, não haverá loteamento de cargos, o que “engessa a administração pública”. Disse também que não é por status ou por dinheiro que resolveu ser pré-candidato.


 

“O nosso plano de governo está sendo feito de maneira coletiva, por muitas mãos, e será uma proposta ousada, simples, sem pirotecnia. Eu aceito com todas as letras a pré-candidatura a prefeito. Vou fazer com todo o meu coração. É uma vontade visceral de contribuir com Palmas”, discursou o pré-candidato.


 

Lelis citou algumas propostas que pretende implementar caso seja mesmo candidato e saia vitorioso nas urnas, em novembro, ao defender a construção de um grande hospital na região sul da cidade que, segundo ele, a que mais padece de investimentos na área da saúde, dada a sua densidade populacional. E falou em interligar as regiões com ciclovias, além de dar atenção especial na geração de trabalho, com o incremento do turismo sustentável.


 

Disputas


 

Caso sua candidatura emplaque definitivamente, será a terceira vez que Marcelo Lelis disputará o Paço Municipal. A primeira foi em 2008, quando enfrentou o então petista Raul Filho, que é pré-candidato pelo MDB nestas eleições. Depois, bateu de frente com Carlos Amastha e novamente foi derrotado. Para o pevista, os tempos são outros e demonstra confiança no que considera projeto novo e ousado para Palmas, o que lhe permitiu dar esse “cavalo de pau” em sua vida política.