Palmas, Tocantins -

Política


Assembleia Legislativa
1.064 visualizações

PL que define educação como serviço essencial e vacinação de professores é aprovado

Projeto foi aprovado durante sessão de terça-feira, 27. O presidente da Assembleia, Antonio Andrade destacou que o projeto recebeu apoio de todos os deputados que se sensibilizaram com a classe
- Atualizada em
Descrição: Deputados durante a sessão de terça-feira, 27. Joelma Cristina

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), deputado Antonio Andrade (PTB), atendendo uma demanda dos gestores de escolas, pais e alunos, colocou em pauta o PL 312/2021, aprovado na terça-feira, 27, que estabelece como essencial no Estado do Tocantins as atividades educacionais, escolares e afins. Também ficou aprovado no mesmo projeto a vacinação prioritária contra a Covid-19 dos profissionais da educação.

 

Para o representante dos Gestores Escolares da Rede Privada de Palmas – GERRP, Marcos Perilo, o PL atende um anseio não somente da classe, mas de toda uma cadeia de profissionais envolvidos no processo educacional, além de pais e alunos. Segundo ele, vários estabelecimentos fecharam as portas e demitiram seus colaboradores ao longo deste período pandêmico.

 

“Vimos empresas decretando falência, profissionais sem condições de saber se iriam receber seus salários, a evasão escolar aumentando a cada dia e hoje com a aprovação deste PL voltamos a sonhar e ter esperanças, graças a uma perspectiva do retorno”. Marcos ainda ressaltou que o retorno será realizado com toda segurança, seguindo um protocolo rígido com mais de 100 itens de segurança a serem respeitados. Ele também agradeceu o presidente da Casa pelo empenho.

 

Antonio Andrade destacou que o projeto recebeu apoio de todos os deputados que se sensibilizaram com a classe, mas ressaltou que o retorno deve acontecer com segurança, seguindo as orientações da Secretaria de Saúde que precisa andar de mãos dadas com as escolas.

 

“Fomos eleitos para legislar e resolver os problemas, aqui são pais e mães de famílias que querem trabalhar, nós queremos que as pessoas possam voltar a ganhar seu pão de cada dia com dignidade, claro que com segurança. Agora vamos lutar pela sanção do projeto e pela inclusão dos professores na lista de prioridade da vacinação”, finalizou o Presidente.

 

Vacinação

 

O projeto também estabelece a vacinação prioritária dos profissionais da educação e dos que atuam no ambiente escolar, como ocorre aos profissionais da Saúde. Segundo o autor da matéria, Olyntho Neto, a aprovação é um passo para o retorno das aulas, que ainda depende da vacinação dos professores e demais funcionários.

 

O projeto foi apresentado pelos deputados Olyntho Neto e Luana Ribeiro.