Palmas, Tocantins -

Política


Câmara de Palmas
494 visualizações

Servidores da Saúde reivindicam pagamento de insalubridade:

Servidores da Saúde estiveram na Câmara de Palmas nesta terça-feira, 21, para reivindicar que o Parlamento intervenha junto ao Executivo para que o mesmo pague a insalubridade, atrasada há meses.
- Atualizada em

Diversos trabalhadores da Saúde estiveram presentes na Câmara Municipal de Palmas, nesta terça-feira, 21, durante sessão ordinária. Os trabalhadores cobravam o pagamento da insalubridade da categoria. O benefício, previsto em lei, não está sendo pago pela Prefeitura.

Alguns vereadores presentes na ocasião apoiaram as reivindicações dos trabalhadores. O vereador Cavalcante (PSDB) garantiu que apresentará emenda parlamentar na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2013 destinando recursos para o pagamento da insalubridade da categoria.

Já o vereador Fernando Rezende (Democratas) cobrou a votação de requerimento de sua autoria para que a Prefeitura pague a insalubridade dos servidores da Saúde, como previsto em lei. Informou, ainda, que o pedido foi atendido pelo presidente da Casa, Ivory de Lira (PT), e o documento será incluído na ordem do dia. Sugeriu que o pagamento comece pelos enfermeiros do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), que, na sua opinião, correm maior risco de contaminação por alguma doença.

O vereador Carlos Braga (PMDB) lembrou que os trabalhadores podem recorrer à Justiça ou ao Ministério Público para garantir a insalubridade. “Vocês podem usar suas associações ou sindicatos”, disse.

Por sua vez, o vereador Bismarque do Movimento (PT) sugeriu que eles façam greve. “Não acredito que a classe política vai resolver os problemas dos trabalhadores. Só os trabalhadores podem fazer isso”, afirmou. “Vamos à luta que só com a luta a gente conquista direitos”.

Notícias sobre:

tocantins camara de palmas