Palmas, Tocantins -

Meio Ambiente


Desenvolvimento
717 visualizações

Barbieiro destaca interesse do Tocantins em parcerias com a Alemanha

Para o secretário do Meio Ambiente, Alan Barbieiro, Alemanha e Tocantins podem ampliar parcerias aproveitando as potencialidades tecnológicas e de desenvolvimento econômico.
- Atualizada em

 

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Alan Barbiero, reforçou o interesse do Governo do Tocantins na consolidação de parcerias e cooperações alemãs durante reunião realizada pela secretária de Ciência e Tecnologia, Andrea Stival, com embaixador da Alemanha, Wilfried Groling e representantes do Instituto Ecológica do Tocantins e da Fapto - Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins. O encontro aconteceu nesta segunda-feira, 18, na sede Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sect)

O embaixador alemão, Wilfried Groling afirmou que sua visita tem o objetivo de identificar a importância dos projetos, sua estrutura técnica e o interesse em parceria de diversas áreas. “Durante minha visita ao Tocantins venho tendo boas impressões, o Brasil tem bons projetos, boas tecnologias e nós estamos buscando compreender os processos envolvidos, para participarmos com uma cooperação adequada”, avaliou Groling.

Ampliar parcerias

O secretário Alan Barbiero destacou que o Estado tem grande interesse em dar continuidade às negociações em andamento, apresentar os avanços alcançados e ampliar o desenvolvimento de projetos em parceria com o governo alemão. “Queremos reforçar nosso interesse na consolidação dessas cooperações, porque o Tocantins tem polos de desenvolvimento sustentável, como a agricultura de baixo carbono, potencial para produção de energias limpas, projeto para implantação de políticas para gestão de resíduos sólidos, além de possuirmos um potencial hídrico significativo”, enfatizou o secretário.

Para Alan Barbiero, a Alemanha detém modernas tecnologias de desenvolvimento econômico, com práticas ambientalmente corretas e possui uma economia verde que vem recebendo destaque no cenário internacional. “Nós também temos interesse na área de pesquisa e de compartilhamento de metodologia, além do intercambio de conhecimento científico, através de universidades”, finalizou.

Na ocasião a diretora Geral de Meio Ambiente e Florestas da Semades, Marli Santos, apresentou detalhes sobre os projetos Cerrado-Jalapão, Casa da Natureza e do Sistema de Monitoramento que deve reunir informações que irão auxiliar o controle e a gestão ambiental.

Cleide Veloso (Ascom/Semades)