Palmas, Tocantins -

Meio Ambiente

Ver comentários
Vegetação Nativa em áreas urbana e rural
2.640 visualizações

Faet participa de seminário sobre o Plano Nacional para Recuperação da Vegetação

O Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa foi elaborado com o objetivo de ampliar e fortalecer as políticas públicas, incentivos financeiros, mercados e boas práticas agropecuárias...
- Atualizada em
Seminário discutiu recuperação da vegetação nativa Ascom Faet/Senar

O diretor Tesoureiro da Federação da Agricultura e Pecuária do Tocantins (FAET), Carlos Ribeiro, representado o Sistema FAET/SENAR, participou nesta sexta-feira, 25, em Palmas (TO), do Seminário da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado Federal, que debateu, em audiência pública, o Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa (Planaveg) e os Programas de Regularização Ambiental (PRAs) dos Estados incluídos na região do MATOPIBA (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia).

 

O Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa foi elaborado com o objetivo de ampliar e fortalecer as políticas públicas, incentivos financeiros, mercados, boas práticas agropecuárias e outras medidas necessárias para a recuperação da vegetação nativa no país. Estima-se que, pelo menos, 12,5 milhões de hectares de vegetação nativa precisarão ser recuperados nos próximos 20 anos, tendo como prioridade áreas de Reserva Legal (RL), Áreas de Proteção Permanente (APP) e áreas degradadas com baixa produtividade.

 

Carlos Ribeiro destacou que o sistema FAET/SENAR sempre irá apoiar projetos que possam beneficiar o setor produtivo agropecuário e contribuir com o meio ambiente. “O bioma cerrado é riquíssimo, e precisamos de ações eficientes que possam mantê-lo vivo e protegido, bem como de ações que visem a recuperação de áreas de vegetação que já foram degradadas”, assegurou Ribeiro, que também é presidente do Sindicato Rural de Araguaçu.

 

O seminário contou com a presença de várias entidades representantes do setor produtivo do Tocantins e de outros Estados e está sendo realizado através de Requerimento do senador Donizeti Nogueira (TO), que sugere alternativas para a proteção da vegetação nativa em áreas urbana e rural.  De acordo com o documento, “os Estados e o Distrito Federal estão encarregados do estabelecimento das regras de caráter específicos dos Programas de Regularização Ambiental, que determinarão o conjunto de ações a serem desenvolvidas por proprietários e posseiros rurais com o objetivo de promover a regularização ambiental dos seus imóveis”.