Palmas, Tocantins -

Meio Ambiente

Ver comentários
Risco ao Meio Ambiente
1.900 visualizações

Mesmo com notificação do Naturatins, UFT continua jogando esgoto no Lago

Após a equipe do T1 constatar que problema de escoamento indevido de esgoto continua, o Naturatins enviou uma equipe ao local para “tomar as medidas cabíveis”.
- Atualizada em
Esgoto escorre da UFT para o lago de Palmas Bonifácio/T1Notícias

Em fevereiro deste ano, o T1 Notícias mostrou problema de escoamento indevido de esgoto da Universidade Federal do Tocantins (UFT) que estava indo parar no lago de Palmas. O Portal constatou que mesmo tendo sido notificada pelo Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), esgoto da UFT ainda está sendo lançado no lago de Palmas.

 

Através de imagens feitas pela equipe do T1 é possível ver o descarte de esgoto no lago. Ao entrar em contato com o Naturatins, foi informado ao Portal que, quando notificada, a UFT já tinha dito que a solução para o problema seria paliativo, podendo retornar.

 

Os prédios da UFT foram construídos sem nenhuma projeção para o futuro. O problema estrutural estaria fazendo com que o sistema de esgoto da universidade não suportasse a demanda atual.

 

Naturatins envia equipe ao local

Após o T1 Notícias entrar em contato com o Naturatins, o órgão enviou uma equipe ao local para verificar a situação e tomar as medidas cabíveis, “visto que a Universidade Federal do Tocantins se comprometeu, anteriormente, a atender as exigências apresentadas pelo órgão ambiental”.

 

O Instituto não informou, no entanto, quais os riscos de danos ambientais que o problema poderia acarretar, e nem se a ação está trazendo algum risco para pessoas que utilizam o lago próximo a UFT, para banho e lazer.

 

O Portal tentou contato com a prefeitura da UFT, porém, até o fechamento dessa matéria ninguém havia atendido as ligações.

 

Confira a nota encaminhada pelo Naturatins:

 

NOTA

A equipe do Naturatins, composta por Inspetores e Fiscais, já está no local para verificar a situação e assim tomar as medidas cabíveis. Visto que a Universidade Federal do Tocantins se comprometeu, anteriormente, a atender as exigências apresentadas pelo órgão ambiental.