Palmas, Tocantins -

Minha Opinião

Roberta Tum

Roberta Tum

roberta.tum.9 @robertatum

Colunista do Editorial Minha Opinião


Bastidores
1.444 visualizações

Entra Wanderlei e Milton Néris deixa Progressistas: os dois querem disputar Palmas

Vice-governador terá festa de filiação e lançamento de sua pré-candidatura pelo Progressistas no começo de fevereiro. Milton Néris deixa partido que preside na Capital também para disputar Prefeitura
- Atualizada em
Montagem

O vereador Milton Néris confirmou ao T1 Notícias por telefone que deixa o Progressistas nos próximos dias para buscar uma legenda onde seu projeto de disputar a Prefeitura de Palmas seja tratado como prioridade.

 

“Sentei hoje com o partido, tenho muito carinho pelo grupo, pelos dirigentes e ao decidir levar adiante este projeto queria dar a eles uma satisfação”, afirmou o vereador.

 

Néris negou que esteja saindo por que o vice-governador, Wanderlei Barbosa, está entrando. “Estou maduro, avaliei e acho que este momento é meu”, sustenta o vereador, que consultou seu grupo para tomar a decisão de não disputar novamente a vereança.

 

O PP, como se sabe, foi o partido que levou à vitória o ex-prefeito Carlos Amastha (atual PSB) em seu primeiro mandato. Com a saída de Amastha e seu grupo do partido, Néris se filiou em 2016, quando a legenda buscou construir a aliança com a então vice-governadora Cláudia Lélis, do PV.

 

PP prepara festa para filiar Barbosa e lançar sua pré-candidatura

 

O secretário geral do PP no Estado, Robson Ferreira, confirmou ao T1 Notícias o almoço de mais cedo entre o presidente da legenda Lázaro Botelho e o vereador Milton Néris.

 

“O Milton tem uma excelente relação conosco, mas ele não havia colocado de forma clara que pretendia ser candidato agora. O Lázaro fez um compromisso com o vice-governador e vai honrá-lo. Então, o Wanderlei chega para ser candidato a prefeito”, disse ele.

 

O vereador Milton Néris tem se mantido na oposição à prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB), e já vinha historicamente na oposição ao ex-prefeito Carlos Amastha.

 

Nos bastidores, há quem veja que as duas candidaturas nascem muito próximas e que Néris pode assumir um bombardeio mais direto à prefeita, candidata a reeleição.

 

O vereador, no entanto, garante que vem para disputar a capital com a convicção de que o cenário o favorece, e a multiplicidade de candidatos pode dar a ele o espaço de crescer num debate qualificado.

 

“De todas as gestões que passaram por Palmas, nenhuma nos livrou da dependência da folha de pagamento. Quero focar no desenvolvimento econômico, na geração de emprego. Este é meu objetivo”, argumenta.

 

A incógnita ainda é a legenda que abrigará Neris.