Palmas, Tocantins -

Minha Opinião

Roberta Tum

Roberta Tum

roberta.tum.9 @robertatum

Colunista do Editorial Minha Opinião


Análise
2.056 visualizações

Gomes, o pacificador: nem Caim e Abel escapariam...

Eduardo Gomes, fortalecido com a liderança do presidente Bolsonaro, assume o papel de conciliador num evento administrativo, que assumiu um tom político eleitoral nesta segunda no antigo AMA
- Atualizada em
Da Redação

A agenda da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) neste janeiro lembra ano de eleição. Seja pela intensidade com que os eventos acontecem num mês habitualmente “morto”, seja pelo tom dos discursos que marcaram ontem, segunda-feira, 20, a assinatura do convênio entre a Caixa e a Prefeitura de Palmas para construção do Centro de Convenções de Taquaruçu, para o qual o senador Eduardo Gomes (MDB) destinou cerca de R$ 2 milhões e 700 mil.

 

 

Gomes foi a estrela da festa, que ganhou dimensão extra com a participação do grupo que hoje cerca o senador. Um grupo que tem pioneiros, estrelas de outros tempos, e lideranças atuais. Um Staff que não é de se desprezar.

 

Habilidosos como sempre, o Senador ouviu o tom dos discursos anti-Amastha e Anti-Palácio Araguaia, do qual é aliado.

 

De Rogério de Freitas veio o bombardeio contra o presidente do MDB, deputado Nilton Franco. “Eu não fui convidado para debater essa candidatura que o presidente do MDB lançou. Você foi convidado a conversar sobre isso, Jair?” questionou ele ao deputado estadual Jair Farias, do Bico do Papagaio, que acompanhava Gomes.

 

“Eu sou do MDB do Eduardo Gomes”, arrematou Rogério, para reforçar: “Eu defini que estaria com a prefeita Cinthia tem um ano e meio. E ela está trabalhando direito, não é como uns e outros do passado que não valorizavam a Assembleia Legislativa, nem a bancada federal”, cutucou.

 

A louvação ao trabalho que Cinthia tem mantido na cidade veio de outros vereadores, como Lúcio Campelo (PL) e Major Negreiros (ainda no PSB). Este último, que anunciou ontem estar deixando o PSB. E seguindo com a prefeita. “Nunca Taquaruçu foi tão bem atendido”, disparou.

 

Nem Caim e Abel escapariam

 

Falando em tom conciliador após ouvir da prefeita que ela sente “ciúmes” e “saudades”, quando o Senador se ausenta de Palmas, ou carreia mais recursos para o Araguaia, Eduardo Gomes lembrou as parcerias que são necessárias entre governo e prefeitura.

 

“Tem que fazer justiça ao trabalho do governo também”, afirmou, ao relembrar a comemoração da Capital por um dia em Taquaruçu, quando prometeu os recursos para o Centro de Convenções. Ainda na solenidade, Gomes apresentou uma relação de recursos que totalizam mais de R$ 29 milhões carreados para o Estado no ano que passou.

 

“Estou colocando mais R$ 1 milhão e duzentos mil para a feira gastronômica”, anunciou. Esta feira deve ser erguida ao lado do Centro de Convenções.

 

Frasista de primeira, arrematou com uma piada. Disse que em reunião recente o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), destacava seu perfil de conciliador. “Se você fosse vivo naquela época, Caim e Abel tinham só brigado... não tinha acontecido mais nada”, contou, arrancando risos da plateia.

 

Dificilmente Gomes conseguirá reunir duas pré-candidaturas tão opostas no mesmo palanque. Com o passar dos dias, chegará a hora de definir em qual palanque pedirá votos para prefeito de Palmas: se no de Cinthia, ou no de Wanderlei Barbosa. Mas até lá como lembrou bem, é Senador de todos que o apoiaram.