Palmas, Tocantins -

Minha Opinião

Ver comentários
Roberta Tum

Roberta Tum


roberta.tum.9 @robertatum
Colunista do editorial Minha Opinião

Opinião Roberta Tum
1.523 visualizações

Siqueira Senador acresce sua história e lhe dá oportunidade de servir o Tocantins

Ao assumir a secretaria de Governo, Eduardo Gomes abre espaço para que Siqueira assuma cadeira no Senado e deixe sua contribuição com os projetos que ainda sonha para o Tocantins
- Atualizada em

O anúncio do afastamento do Senador Eduardo Gomes de sua cadeira, conquistada com a maioria dos votos válidos da última eleição vivida pelos tocantinenses, chega no final deste período legislativo, já no termino dos trabalhos do Senado como uma preparação para agosto.

 

Será um curto intervalo de recesso para os senadores antes da retomada das pautas que agitam o meio político, em especial a Reforma da Previdência, que ainda tem uma etapa a cumprir na Câmara dos Deputados antes de ir ao Senado.

 

 Assumindo nesta terça-feira, 16, o mandato de Senador, Siqueira Campos acrescenta um capítulo à sua história política e ganha a oportunidade de servir novamente ao Estado com o qual sonhou, à capital que implantou, e ao povo que via de regra, foi o objeto da luta de uma vida. 

 

 Luta que não enfrentou sozinho, evidente. O que não diminui os méritos que tem em ter liderado os anseios de gerações, pela implantação do Tocantins no Norte Goiano.

 

 

Embora críticos dos mais variados tons possam ver no afastamento de Gomes e na posse de Siqueira algo reprovável ou um arranjo sem sentido, estou longe de enxergar os fatos assim.

 

A política é uma arte que Eduardo Gomes maneja bem. O compromisso que fez com Siqueira de dar a ele o espaço para assumir o mandato - quando lá atrás, sem as condições de saúde necessárias para seguir, o ex-governador abriu mão da cabeça de chapa – é um ato que extrapola a honraria de permitir que o grande líder possa fazer um encerramento adequado à sua vida pública.

 

A passagem de Siqueira pelo Senado, mais que um ato simbólico, pode se transformar na oportunidade que ele terá de apresentar os projetos que ainda sonha para o Estado e Gomes sabe disto.

 

A política, não tenham dúvida, é também uma arte que Siqueira maneja bem. Ainda que combalido pelo esgotamento das forças físicas, que assim como o acúmulo dos anos, foram lhe tirando o vigor, Siqueira brilha, lúcido, vislumbrando um Tocantins do futuro com imensas possibilidades. Tem um dom diferente de vidência: a que antecipa os fatos que somos capazes de gerar.

 

Ah se os novos tivessem a humildade de aprender com os velhos. Seríamos sem dúvida, uma sociedade menos medíocre e imediatista.

 

Eduardo Gomes honra sua trajetória. Foi capaz de aproveitar as oportunidades que teve e inventar seu próprio caminho. Não é um mero tutelado. Ao contrário, raciocina e se movimenta como poucos na política nacional. Ao sair de cena e abrir espaço para seu primeiro suplente, se torna grande. E vem para o Tocantins fazer política no governo Carlesse, que afinal, também ajudou a eleger. Uma ajuda que não é de se desprezar.

 

Que Siqueira possa aproveitar as semanas que o separam da tribuna do Senado para preparar o exercício do mandato, de forma que lá, possa marcar sua passagem de forma maiúscula.

 

O Tocantins não espera menos dele.