Banco do Brasil abre concurso com 59 vagas para o TO e salário inicial de R$ 3 mil

São 31 vagas para contratação imediata e 28 para cadastro reserva. Provas estão previstas para serem realizadas dia 26 de setembro, em Palmas e Araguaína.

O Banco do Brasil abriu concurso com a oferta de 2.240 vagas a serem preenchidas de forma imediata e 2.240 para formação de cadastro reserva em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. No Tocantins, são 31 vagas para contratação imediata e 28 para cadastro reserva distribuídas em 39 municípios. A remuneração inicial é de R$ 3.022,37 e as provas serão realizadas em Palmas e Araguaína. O edital pode ser conferido aqui.

 

O processo seletivo de nível médio é para o cargo de escriturário, com os nomes de relacionamento de agente comercial e agente de tecnologia.

 

A jornada de trabalho é de 30 horas semanais. O banco ainda oferece vale alimentação/refeição de R$ 831,16 por mês, participação nos lucros ou resultados, vale-transporte; auxílio-creche; acesso a programas de educação através da Universidade Corporativa do Banco do Brasil (UniBB) e capacitação e possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

 

As inscrições podem ser realizadas no site da Cesgranrio até o dia 28 de julho. A taxa de inscrição é de R$ 38,00. Conforme o edital, a previsão é que as provas objetivas e de redação sejam aplicadas no dia 26 de setembro.

 

Vagas no Tocantins

 

As vagas para o Tocantins foram distribuídas em microregião 93 (Aliança, Alvorada, Ananás, Araguaçu, Araguaína, Araguatins, Arapoema, Augustinópolis, Babaçulândia, Colinas do Tocantins, Cristalândia, Divinópolis, Figueirópolis, Filadélfia, Formoso do Araguaia, Guaraí, Gurupi, Lagoa da Confusão, Miracema, Miranorte, Nova Olinda, Palmeirópolis, Paraíso, Peixe, Colmeia, Santa Fé do Araguaia, Sítio Novo, Tocantinópolis e Xambioá); e microregião 94: Palmas, Arraias, Combinado, Dianópolis, Goiatins, Paranã, Pedro Afonso, Porto Nacional, Silvanópolis e Taguatinga.

 

Cotas

 

Do total das vagas, 5% são reservados para pessoas com deficiência e 20% para candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos.

Comentários (0)