Palmas, Tocantins -

Oportunidades


Cursos de geração de renda
598 visualizações

Comunidade Quilombola do Prata recebe orientações sobre o Cartão do Idoso

O Cartão do Idoso é destinado às pessoas acima de 60 anos. A gerente também orientou sobre a emissão, renovação e como usufruir do cartão
- Atualizada em
Descrição: Técnica do uso da chita é repassada aos moradores Fotos: Carlessandro

Durante a semana que antecedeu à abertura da 3ª Festa da Rapadura, ocorrida na noite desta sexta-feira, 8, os moradores da comunidade Quilombola do Prata, localizada  a 227 Km de Palmas, na região do Jalapão, foram orientações sobre o Cartão do Idoso e também participaram de vários cursos de geração de renda, oferecidos pela Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Setas).

 

A gerência de Controle de Benefícios Cadastro Único e do Bolsa Família, Lilian Praigida, esclareceu que o Cartão do Idoso é destinado às pessoas acima de 60 anos e também orientou sobre a  emissão, renovação e como usufruir do cartão. “O Cartão do Idoso dá direito a viagens intermunicipais gratuitas. As empresas devem oferecer duas vagas, mas se elas estiverem preenchidas, os idosos que possuem o cartão têm direito a pagar meia passagem", explicou a gerente.

 

Dona Gercina Galvão, 61, aproveitou a oportunidade e solicitou o seu documento. "Fiquei sabendo que tinha direito na reunião que a Setas fez na comunidade. Já solicitei o meu para visitar os meus filhos que moram em outras cidades do Tocantins", explicou, acrescentando que dos seis filhos, apenas um ainda reside na comunidade.

Chita

Populares ainda participaram do curso de Chita Chique. A técnica pode ser utilizada para decoração em geral, ou ainda para dar uma nova roupagem aos móveis e outros objetos. "A Chita é uma material barato e as utilidades dessa técnica são inúmeras", disse a superintendente da Setas, Rosana Trindade, que repassou o conhecimento aos demais.

 

A estudante Camila Patrício, 15 anos, estava na festa quando soube da oficina foi participar. "Adorei o curso. É bem fácil de fazer. Vou aproveitar para deixar uns móveis do meu quarto mais com a minha cara", disse.

 

Festa da Rapadura

Festa da Rapadura vai até sábado, 9, e tem como objetivo a valorização e divulgação da cultura da comunidade, bem como expor a produção feita pelos moradores do povoado e entorno.

 

Além dos citados, a Setas já ministrou cursos de flores esqueletizadas, doces do cerrado e panificação. Os cursos foram ministrados pelo Projeto Apoiando e Acreditando nas Famílias do Estado do Tocantins (Aafeto), em parceria com a ONG Moradia e Cidadania.

 

Concomitante às essas ações, uma outra equipe de técnicos do Cadastro Único, Programa Bolsa Família e Cartão do Idoso visitaram o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), de São Félix e se reuniram com a população da comunidade do Prata para tirar dúvidas sobre os programas do Governo.

 

(Com informações da Ascom/Setas)