Palmas, Tocantins -

Oportunidades

Ver comentários
Ensino superior no TO
971 visualizações

UFT em Miracema oferta 80 vagas em quatro cursos de graduação; confira

No Campus existem cursos de graduação e especialização, com um total de 58 professores responsáveis por ministrar as diversas disciplinas
- Atualizada em
São 80 vagas disponíveis e distribuídas nos quatro cursos em Miracema Liziane Silva Cruz

Para quem tem interesse em cursar Serviço Social, Pedagogia, Psicologia ou Educação Física, há oportunidades de ingresso na Universidade Federal do Tocantins, no campus de Miracema. As inscrições pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para 2019 começam no dia 22 de janeiro e se o estudante fez o Exame Nacional do Ensino Médio poderá utilizar as notas para ingressar em uma das 80 vagas disponíveis e distribuídas nos quatro cursos no campus de Miracema.

 

No Campus existem cursos de graduação e especialização, com um total de 58 professores responsáveis por ministrar as diversas disciplinas; há 30 técnicos e o Campus abriga 885 alunos, além de projetos voltados para áreas voltadas para políticas públicas, tribos indígenas, histórias dos produtos têxteis produzidos no Norte, gênero e empoderamento feminino, entre outros temas.

 

O Campus tem, atualmente, duas unidades, Warã e Cerrado, localizadas em Miracema e nas margens da rodovia TO-342, respectivamente. Esta última, em especial, está com obras de laboratórios, auditórios, ginásio, pista de atletismo e uma nova biblioteca em andamento.

 

Mudanças nas opções do Sisu 2019

 

Os candidatos devem ficar atentos às mudanças do Sisu para 2019, divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC). Algumas das alterações são na chamada regular, onde antes era possível escolher duas opções de curso e desistir da segunda opção para se manter na lista de espera da primeira. Agora, será apenas uma chamada regular, na qual o estudante que for selecionado em uma das opções de curso desta chamada, não poderá participar da lista de espera. Caso o candidato não for selecionado, poderá ficar na lista de espera de apenas uma das suas opções de curso.

 

Segundo o MEC, a mudança permite “maior liberdade de escolha para os estudantes não selecionados na chamada regular dos processos seletivos do Sisu”. Ainda de acordo com o Ministério da Educação, outra mudança prevista para 2019, é em relação ao tempo de convocação das listas de espera, pois, estima-se uma diminuição no prazo, por conta da alteração na chamada regular, fazendo com que os estudantes aprovados consigam se matricular antes do período letivo, auxiliando a diminuir a quantidade de vagas ociosas.