Palmas, Tocantins -

Plantão de Polícia

Ver comentários
1.393 visualizações

Autor da morte do taxista Alan Kardec irá a júri popular nesta quinta-feira, 13

Alan foi morto a queima roupa em janeiro de 2015, na frente de casa, na quadra 106 norte quando trocava os pneus do carro que usava para trabalhar. 
- Atualizada em
Divulgação

Quatro anos após o crime, Cleber Venancio, acusado de matar a tiros em 2015, o taxista Alan Kardec de Oliveira, irá a júri popular nesta quinta-feira, 13, a partir das 9h no Fórum de Palmas. Alan foi morto a queima roupa na frente de casa, na quadra 106 norte quando trocava os pneus do carro que usava para trabalhar. 

 

Em 2016 o juiz Gil de Araújo Corrêa, da 1ª Vara Criminal de Palmas, decidiu que o caso iria júri popular por considerar que o crime foi uma 'emboscada'. O acusado está preso preventivamente desde então. Cleber Venâncio ainda é suspeito de envolvimento em outros dois crimes. 

 

Os familiares de Alan Kardec fizeram um convite na internet convidando as pessoas para participar do júri com o intuito de "reforçar a necessidade de que a justiça prevaleça", diz o comunicado.