Palmas, Tocantins -

Plantão de Polícia


Em Alvorada
6.509 visualizações

Casal e dois filhos pequenos morrem em acidente na BR 153: ônibus invadiu pista

Pai, mãe e dois filhos, de 6 e 2 anos de idade, morreram em um grave acidente próximo à cidade de Alvorada. Segundo a PRF, um ônibus invadiu a pista e bateu de frente contra o carro da família
- Atualizada em
Descrição: Ônibus invadiu pista do carro de passeio Divulgação/PRF

Um grave acidente na BR-153 deixou quatro mortos da mesma família: pai, mãe e dois filhos pequenos. O acidente aconteceu às 9h40 deste sábado, 31, na altura do km 744 da rodovia federal, próximo ao município de Alvorada, região Sul do Estado.

O carro de passeio no qual estavam o pai, Domingos Gonçalves de Almeida, cuja idade não foi divulgada, a sua esposa Kênia Almeida Leite Gonçalves, de 35 anos, e os filhos do casal, Jhon Gabriel Gonçalves de Almeida, de 6 anos, e Joseph Isaac Gonçalves de Almeida, de 2 anos de idade, bateu de frente com um ônibus.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) o veículo da família, um Honda Civic com placas de Palmas, bateu de frente com um ônibus da marca Scânia, com placas de Araguaína. O ônibus era conduzido por V.M.C. de 39 anos, que saiu do acidente sem nenhum ferimento e havia ainda uma passageira, não identificada, que sofreu lesões graves.

O ônibus saiu de Peritoró no Maranhão com destino a Brasília, no Distrito Federal. Segundo a PRF, havia 44 passageiros no ônibus na hora do acidente, mas apenas uma passageira ficou ferida em estado grave e quatro tiveram ferimentos leves. O veículo Honda Civic saiu de Goiânia/GO e o destino seria Palmas/TO, onde a família residia.

O ônibus trafegava no sentido Norte/Sul quando invadiu o acostamento da contramão de direção, vindo a bater de frente com o veículo Honda Cívic que trafegava em sentido contrário. Os policiais rodoviários federais informaram que o motorista do ônibus alegou que havia dois caminhões no acostamento e ao desviar do mesmo perdeu o controle do veículo.

A PRF recolheu o disco do tacógrafo do ônibus e encaminhou o condutor à Central de Flagrantes na cidade de Gurupi/TO.

Há informações extraoficiais de que a família era proprietária de uma loja de confecções e residia na região das Arnos, em Palmas.

 

(Com informações da Ascom/PRF)