Palmas, Tocantins -

Plantão de Polícia

Ver comentários
Tiro enganado
4.585 visualizações

Homem mata criança de 10 anos em Palmas; acusado teria sido traído pela esposa

Autor confessou o crime e disse que sua intenção era atingir o pai da criança que morreu. Segundo Paulo, o homem teria um caso com sua esposa e para matá-lo, ele resolveu fazer uma “tocaia”
- Atualizada em
Dennis Tavares

Paulo Rocha da Paixão, de 28 anos, foi preso em flagrante nesta quinta-feira, 7, em Palmas, durante operação conjunta realizada pelas Polícias Civil e Militar do Tocantins. Ele confessou o homicídio de uma criança de 10 anos, ocorrido na manhã de hoje, na zona rural de Palmas, e foi detido na casa de sua irmã, no Setor Bertaville, na região Sul da Capital.

 

De acordo com o delegado Israel Andrade, o crime ocorreu por volta das 8h, quando Paulo, armado com uma espingarda calibre 20, armou uma emboscada, em uma estrada vicinal, nas proximidades da TO-020 (saída para Aparecida do Rio Negro), e efetuou um disparo em direção a uma caminhonete ocupada por pai e filho. O tiro acabou atingindo a criança, que não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no Hospital Geral de Palmas (HGP).

 

“Assim que tomamos conhecimento do crime, iniciamos as buscas para elucidar sua autoria, unindo forças com a Polícia Militar e, em menos de quatro horas após o fato, policiais militares conseguiram localizar Paulo Rocha, efetuando de imediato sua prisão”, ressaltou o delegado. Paulo foi conduzido à sede da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e, após ser ouvido pela autoridade policial, acabou confessando a autoria do crime.

 

 “A princípio, o Paulo relatou que sua intenção seria assassinar o pai da criança, pois suspeitava que ele estivesse tendo um envolvimento amoroso com sua esposa. Conseguimos apurar que, de fato, o suspeito havia se separado de sua mulher em agosto de 2018 e, nesse período, a mulher acabou se relacionando com o pai da vítima. O autor reatou o casamento, mas, aparentemente, não havia superado o fato e, portanto, decidiu matar o pai da criança, com quem mantinha uma suposta rixa”, pontuou o delegado.

 

Ainda de acordo com as investigações da Polícia Civil, Paulo teria planejado a execução. Ele teria pego emprestada do sogro a espingarda utilizada na ação, armando a emboscada que resultou na morte da criança. Depois de ser preso, Paulo acompanhou os policiais civis até o local dos fatos, onde demonstrou a maneira como executou o crime.

 

 

Localização de novas evidências

 

De volta ao local, o suspeito detalhou, com riqueza de detalhes, o modo como cometeu o crime. “A ida ao local do delito foi muito importante para que pudéssemos dirimir algumas dúvidas que ainda restavam quanto à execução do homicídio, bem como os meios que o suspeito utilizou na ação delituosa. Ali, ainda localizamos um pedaço da carenagem da motocicleta utilizada por Paulo, bem como o saco de plástico usado para esconder a espingarda”, destacou o delegado.

 

Após o encerramento das buscas, o suspeito foi novamente conduzido até a sede da DHPP, onde foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, mediante emboscada. Paulo da Paixão será encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

 

O delegado Israel informou que as investigações continuam com o objetivo de esclarecer todos os aspectos do crime. “Temos 10 dias para finalizar o inquérito e usaremos esse tempo para sanar possíveis dúvidas no tocante a prática do homicídio”, frisou.

 

(Com informações da Ascom SSP)