Palmas, Tocantins -

Plantão de Polícia


Pedro Afonso
374 visualizações

Inundações na praia serão investigadas pelo MPE

O aumento do nível do Rio Sono entre os dias 13 e 14 de julho, que causou o alagamento da praia em Pedro Afonso, e deixou prejuízos ao turismo, patrimônio público e privado, será investigado pelo Ministério Público Estadual....
- Atualizada em

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou Procedimento Administrativo para esclarecer o aumento do volume de água do Rio Sono em Pedro Afonso, entre os dias 13 e 14 de julho, que causou o alagamento da praia, deixando prejuízos ao turismo, patrimônio público e privado.

O Promotor de Justiça de Pedro Afonso, Ricardo Alves Peres, oficiou a Prefeitura da cidade para prestar informações e solicitou ao NATURATINS a realização de análise técnica com laudo conclusivo sobre o aumento do nível do Rio Sono.

Ao IBAMA a promotoria requisitou informações sobre o licenciamento ambiental da Usina de Lajeado, especificamente nos municípios de Pedro Afonso, Bom Jesus e Tupirama que foram impactados com o empreendimento.

A Investco S.A. foi oficiada para esclarecer quais foram as causas do aumento do fluxo de água e os procedimentos adotados pela empresa quanto a prévia comunicação da população impactada. (Com informações da Assessoria do MPE)