Palmas, Tocantins -

Plantão de Polícia


Palmas
573 visualizações

Lanterneiro é condenado por homicídio qualificado, a pena é de 24 anos e oito meses

Após mais de 10 horas de julgamento, o o lanterneiro Israel Júnior Lima, 28 anos, foi condenado pelo Tribunal do Júri por homicídio qualificado. O réu pegou 24 anos e oito meses de prisão em regime fechado pela morte do filho Pablo Henrique da Silva,...
- Atualizada em

Depois de mais de 10 horas de julgamento, por volta das 19h30 desta terça-feira, 10, o lanterneiro Israel Júnior Lima, 28 anos, foi condenado pelo Tribunal do Júri por homicídio qualificado. O réu pegou 24 anos e oito meses de prisão em regime fechado pela morte do filho Pablo Henrique da Silva, que na época do crime tinha 2 anos de idade. Dos sete jurados sorteados para atuar na sessão, cinco votaram pela condenação do lanterneiro. O Julgamento foi presidido pelo juiz titular da 1ª Vara Criminal de Palmas, Gil de Araújo Corrêa.

O crime ocorreu em fevereiro de 2008, na casa da vítima localizada no Jardim Aureny II, em Palmas. Na época o crime gerou bastante comoção na cidade. Segundo a polícia, Pablo Henrique morreu após levar uma surra do pai, que teria batido a cabeça da criança na parede. O corpo do menino foi encontrado pela mãe, a doméstica Luciana Francisca da Silva.

Jurí

Também serão julgados nesta temporada os réus José Cleiton Costa Silva, na próxima quinta-feira, 12, Nelcivan Costa Feitosa, no dia 13, Rogério Souza Ribeiro, no dia 17, Gerson Antônio dos Santos, no dia 19, Ailson Alves Bento no dia 20, Amilton da Silva Ribeiro, dia 24, Wedvan Ribeiro Lustosa, dia 26, Otávio Dourado da Silva, dia 27, João Batista Pereira de Sousa, dia 31. No mês setembro serão julgados Lázaro Nunes Barros e Oliveira, no dia 02, Wanderson Guimarães nos dias 14 e 16 e Cristina Barros de Souza no dia 23. (Com informações da Assessoria)