Palmas, Tocantins -

Plantão de Polícia


Crime na Capital
5.733 visualizações

Polícia identifica dois suspeitos na morte de empresário de Palmas e cumpre mandados

Elvisley Costa de Lima, de 54 anos, morreu após ser atingido por vários tiros na Avenida Palmas Brasil.
- Atualizada em
Descrição: Elvisley Costa de Lima, de 54 anos Reprodução

A Polícia Civil informou neste sábado, 8, que cumpriu dois mandados de busca e apreensão referentes ao homicídio do empresário Elvisley Costa de Lima, ocorrido no dia 24 de janeiro, na Avenida Palmas-Brasil, na Capital. Os dois mandados foram cumpridos simultaneamente em Palmas e Goiânia (GO).  Além dos mandados de busca e apreensão, desde as primeiras horas do dia a polícia tenta cumprir dois mandados de prisão em desfavor de um homem de 36 anos, apontado como mentor do crime; e de um outro homem de 46 anos, apontado como executor do homicídio.


 

Em conformidade com as investigações, a polícia civil afirma que não há dúvidas de que o homem de 36 anos armou uma emboscada para atrair a vítima até o local do crime, onde o executor já estava aguardando. 

 


O suspeito mentor do crime não foi localizado em suas residências e caso não se apresente à Polícia será considerado foragido da Justiça. O suspeito executor do crime já é considerado foragido.


 

A Polícia Civil não divulgou os nomes dos suspeitos, mas no dia do crime, a Polícia Militar mencionou que um homem de 36 anos estava com a vítima no momento dos disparos e que ele era considerado a principal testemunha. 


 

Entenda 


 

O empresário foi morto dentro de seu caminhonete por disparos de arma de fogo. As imagens de uma câmara de segurança de um estabelecimento na Palmas Brasil mostram que o executor chega em uma motocicleta, estaciona o veículo em um espaço livre de um restaurante e caminha até a caminhonete do empresário. Em seguida, ele dispara várias vezes contra Elvisley, que estava dentro do veículo com os vidros fechados. 

 

Em nenhum momento ele não retira o capacete da cabeça. Após os disparos,a pessoa que dá os disparos volta correndo até a motocicleta e foge. Uma das principais testemunhas, que foi identificada pela PM como sendo um homem de 36 anos, estava dentro do automóvel do empresário morto e sai correndo do mesmo assim que os tiros são realizados. 

 

O carro da vítima estava estacionado em frente a uma panificadora tradicional da cidade.