Palmas, Tocantins -

Plantão de Polícia


Prisão preventiva
108 visualizações

Polícia prende dois suspeitos de atearem fogo em ônibus da Prefeitura de Lajeado

Homens cumpriam medidas cautelares com uso de tornozeleira eletrônica
- Atualizada em
Descrição: Investigação apontou que os dois homens cumpriram ordens de uma facção criminosa Divulgação/Polícia Civil do Tocantins

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 1º Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (Deic – Palmas) efetuou na manhã desta terça-feira, 23, em Palmas, a prisão preventiva de dois suspeitos de atearem fogo em um ônibus que estava estacionado na garagem da prefeitura de Lajeado. Os homens têm idades de 19 e 23 anos, respectivamente, e foram identificados como autores do incêndio.  

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Hismael Athos, os dois suspeitos não foram localizados no dia do cumprimento dos mandados efetuados em ocasião da Operação realizada no dia 10 de junho.  A investigação apontou que esses dois homens cumpriram ordens de uma facção criminosa.

Entenda

No dia último 10 de de junho, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio da 1ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (Deic – Palmas), cumpriu mandados de buscas e apreensão em alas da Unidade de Segurança Máxima de Cariri, Unidade Prisional de Gurupi, e no presídio do Barra da Grota em Araguaína, onde se encontram os membros de uma facção criminosa reconhecida nacionalmente. Buscas e apreensões também foram cumpridas em Lajeado. O objetivo era identificar ordens de um ataque ocorrido no dia 11 de abril deste ano.