Palmas, Tocantins -

Plantão de Polícia

Ver comentários
Após depoimento
710 visualizações

Suspeito de tentar matar servidor da Câmara de Palmas é liberado pela Polícia Civil

A identidade dele não foi divulgada. Conforme a PM, ele foi reconhecido por populares que informaram através do 190 a sua localização.
- Atualizada em
Da Redação

O homem que foi preso na manhã desta segunda-feira, 9, suspeito de ter dado golpes de faca no funcionário da Câmara Municipal de Palmas Francisco da Rocha Costa, foi liberado após ser ouvido pela Polícia Civil e responderá em liberdade. Ele havia sido encaminhado à Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa, mas em seu interrogatório ele permaneceu em silêncio.

 

A Polícia Civil informou que abriu inquérito para investigar a tentativa de homicídio ocorrida na última sexta-feira, 06 em Palmas. "O caso não se caracterizou como prisão em flagrante delito e ele foi liberado. A prisão preventiva foi representada ao Poder Judiciário, mas até o momento não há decisão", disse a Secretaria Estadual da Segurança Pùblica (SSP) em nota.

 

Veja aqui o momento em que o suspeito é conduzido pela Polícia Militar (PM) para a 1ª Delegacia de Polícia Civil da Capital.

 

A identidade dele não foi divulgada. Conforme a PM, ele foi reconhecido por populares que informaram através do 190 a sua localização. O suposto estava nas proximidades do Cardio Center, onde após ser acionada pelo SIOP, a guarnição de rádio patrulha se deslocou até o local informado. Ao chegarem no local, os militares fizeram a abordagem e identificaram grande semelhança com o autor da tentativa de homicídio, momento em que efetuaram a sua prisão.

 

Com o suspeito do atentado, foi encontrada a possível arma do crime, uma faca, além de um ‘soco inglês'. Ele juntamente com os objetos apreendidos foram levados para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas.