Palmas, Tocantins -
Nem Carlesse, nem Vicentinho
6.880 visualizações

Amastha faz reunião com aliados; grupo não deve apoiar nenhum candidato no 2º turno

Amastha se reuniu com presidentes dos partidos aliados e grupo deve se manter unido para outubro.
- Atualizada em
Grupo de Amastha se prepara para eleições de outubro Divulgação

O terceiro colocado na preferência do eleitor tocantinense, Carlos Amastha, resolveu adiantar as tratativas com aliados sobre o cenário político do Tocantins e se reuniu com os presidentes do PT, PCdoB, PTB e Podemos nesta segunda-feira, 4. Segundo informações do presidente do PCdoB, Nésio Fernandes, o grupo decidiu que irá anunciar “todos juntos” oficialmente a decisão de não apoiar nenhum dos candidatos no segundo turno, nem Mauro Carlesse, nem Vicentinho. 

 

O anúncio deve acontecer na quarta-feira, 6. “Hoje a noite a direção do PCdoB irá se reunir para decidir se publicaremos posição oficial”, disse.

 

Outra informação do presidente do PCdoB é que o grupo "se mantém e trabalhará com posições unidas para se fortalecer como projeto para outubro".

 

Com 21% dos votos nas eleições suplementares deste domingo, 3, o ex-prefeito da capital informou mais cedo ao T1 que não realizaria nenhuma tratativa acerca do cenário político até a próxima quarta-feira. Em sua conta no Twitter, Carlos Amastha declarou que "na quarta-feira após ouvir o grupo que nos acompanhou, faremos uma coletiva para lamber as feridas e orientar a possibilidade ou não de participar no segundo turno. Não vamos abrir mão do Tocantins".

 

Com a declaração desta segunda-feira, 4, Amastha acenou para a possibilidade de participar do segundo turno das eleições, mas o grupo não deve seguir com nenhum dos candidatos na disputa, conforme adiantou Nésio Fernandes.