Palmas, Tocantins -
Em Brasília
978 visualizações

Amastha toma posse como presidente da Frente Nacional dos Prefeitos

O ministro da Saúde, Ricardo Barros; o senador Álvaro Dias (Podemos); o presidente do PSB, Carlos Siqueira; e o presidente do INSS, Francisco Paulo, participam do ato de posse
- Atualizada em
Amastha toma posse da FNP Divulgação

Nesta quarta-feira, por volta das 14h, o prefeito licenciado de Palmas, Carlos Amastha (PSB), assumiu interinamente, em Brasília, a presidência da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). O ministro da Saúde, Ricardo Barros; o senador Álvaro Dias (Podemos); o presidente do PSB, Carlos Siqueira; e o presidente do INSS, Francisco Paulo, participam do ato de posse do agora presidente em exercício da FNP, que aconteceu na sede da entidade.

 

Na oportunidade, Amastha ressaltou que é uma imensa felicidade estar à frente da FNP, uma realização não compartilhada somente por ele, mas para os 350 mil palmenses. “A importância que tem para Palmas, que pela primeira vez na história tem um prefeito de sua cidade assumindo a responsabilidade de 85% do PIB brasileiro”.

 

Amastha não deixou de comentar, também, que este momento só foi possível mediante a muito trabalho. “Chegamos por conta de muito trabalho. Palmas hoje, sem dúvida, é uma nova referência de cidade em todos os índices. Esse prestígio faz em função o que a gente tem feito na cidade” anunciou.

 

O senador Álvaro Dias disse que fez questão de ir até Brasília em pleno recesso para prestigiar a cerimônia. “Vim prestar homenagem a um grande gestor. Na política temos figuras talentosas, na oratória, na articulação política, mas sem dúvida, temos que valorizar os grandes gestores” ressaltou em seu discurso.

 

Amastha fica no cargo durante 40 dias no lugar do presidente do triênio 2017/2019, Jonas Donizette (PSB), prefeito de Campinas. Assume, novamente, a prefeitura de Palmas no dia 20 de fevereiro.

 

Cínthia Ribeiro, a prefeita em exercício de Palmas, também participou do ato de posse.

 

Frente Nacional de Prefeitos 

 

Fundada em 1989, a FNP é a única entidade municipalista nacional dirigida exclusivamente por prefeitas e prefeitos em exercício dos seus mandatos. Tem como foco de atuação os 400 municípios com mais de 80 mil habitantes (critério indicador de cidades médias, segundo estudo da CGLU e IPEA). Esse recorte abrange 100% das capitais, 60% dos habitantes e 75% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. A entidade é organizada em diretoria executiva, vice-presidências temáticas, por faixa populacional, estaduais e um conselho fiscal.

 

Notícias sobre:

fnp posse amastha brasilia