Palmas, Tocantins -

Política


Política
2.047 visualizações

Após prazo de desfiliação, Cinthia retorna alguns secretários e segue com reforma

A prefeita só retornou aos cargos os titulares da secretarias consideradas fundamentais para a gestão dar dinamicidade aos serviços considerados de suma importância para a comunidade, nesse momento
- Atualizada em
Reprodução

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), retornou parte de sua equipe de auxiliares às funções, ao tornar sem efeito oito das 46 que foram afastados de suas funções, cujo ato foi publicado no Diário Oficial do Município de três de abril. Deixaram a gestão 17 de secretários, nove presidentes de autarquias e 20 secretários executivos.

 

A medida foi tomada para liberar todos os que são pré-candidatos, e ao mesmo tempo promover uma renovação na equipe. O prazo para desincompatibilização era sábado, 4 de abril. A mesma medida adotada agora pela prefeita Cinthia Ribeiro, foi tomada na gestão passada pelo seu antecessor.

 

Retornaram aos seus cargos, de acordo com o DOM desta segunda-feira, 6, a secretária de Comunicação, Ivonete Pereira Motta; o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Humano, Thiago de Paulo Marconi e o seu secretário Executivo,  Eron Bringel Coelho.

 

A secretária de Transparência e Controle Interno, Vera Lúcia Thoma Isomura; o secretário de Finanças, Rogério Ramos de Souza e o seu secretário Executivo, Glauber Santana Aires.

 

Além da secretária Executiva de Desenvolvimento Social, Simone da Silva Sandri Rocha. No gabinete da prefeita, a secretária Executiva Maíra Silva Galvão também retornou.

 

Segundo o T1 Notícias apurou, a prefeita só retornou, por enquanto, aos cargos, os titulares das secretarias consideradas fundamentais para a gestão dar dinamicidade aos serviços considerados de suma importância para a comunidade, neste período de pandemia. O retorno ou a indicação de novos titulares para as pastas que estão vagas serão ocupadas paulatinamente, de acordo com as necessidades da administração.

 

Dos que foram exonerados no dia 3 de abril, por enquanto, somente o titular de Agência Municipal de Turismo (Agtur), Eudes de Assis, se declarou pré-candidato a vereador.

 

O rol das exonerações da semana passada foi a propósito do calendário eleitoral e poucos do primeiro escalão não foram atingidos, entre eles o do presidente da Agência de Regulação Fábio Barbosa Chaves; o da presidente do Banco do Povo, Marcella Gonçalves do Valle; o do Procurador Geral do Município, Mauro José Ribas; e o do secretário Municipal de Saúde Daniel, Borini Zemuner.