Palmas, Tocantins -

Política


Emendas impositivas
594 visualizações

Bancada Federal assegura R$ 212,8 milhões para oito áreas diferentes do Tocantins

Os recursos virão para o Estado via emendas impositivas de bancadas alocadas ao Orçamento da União de 2022
- Atualizada em
Descrição: Reunião da Bancada Federal para discutir a aplicação de recursos Daniel Machado

Em um trabalho coordenado e conjunto dos 11 congressistas do Tocantins, a Bancada Federal do Tocantins assegurou destinação de R$ 212,8 milhões para oito áreas diferentes do Tocantins. Os recursos virão para o Estado via emendas impositivas de bancadas alocadas ao Orçamento da União de 2022.

 

As áreas e ações beneficiadas pelos parlamentares serão pavimentação e drenagem em áreas urbanas, aquisição de máquinas e implementos, compra de veículos, recuperação de estradas vicinais, saúde, agropecuária, justiça e educação.

 

Nas últimas semanas, os oito deputados federais e os três senadores do Estado se reuniram diversas vezes para discutir as propostas de investimentos apresentadas por prefeituras, instituições públicas e entidades privadas de grande porte sem fins lucrativos que prestam serviços públicos para decidir a aplicação dos recursos.

 

“Nós fizemos uma discussão técnica que teve o objetivo de fazer os recursos render o máximo possível em benefício da população tocantinense. Esse montante chegará a todos os municípios do Estado, além das três instituições federais tocantinenses de ensino superior”, ressaltou o deputado federal Tiago Dimas (Solidariedade), coordenador da Bancada Federal.

 

Saúde

 

Na área da saúde, com a destinação de pouco mais de R$ 26,8 milhões, os congressistas vão atender demandas desde a aquisição de equipamentos para as prefeituras, apoio ao custeio da atenção básica dos municípios e providenciar os equipamentos necessários para o Hospital Dom Orione, de Araguaína, montar uma nova ala de UTI para atender via SUS (Sistema Único de Saúde).

 

Educação

 

Na educação, os deputados e senadores do estado garantiram recursos para aquisição de equipamentos da UFT (Universidade Federal do Tocantins) e UFNT (Universidade Federal do Norte Tocantins), além de possibilitar a realização de obras e modernização de unidades do IFTO (Instituto Federal do Tocantins). Juntas, as três instituições receberão R$ 3,3 milhões.

 

Infraestrutura urbana municipal

 

As cidades de Porto Nacional, Gurupi e Axixá receberão, juntas, a quantia de R$ 25,4 milhões para pavimentação, drenagem e outras ações de infraestrutura urbana. Melhorar a qualidade da infraestrutura dos municípios é um dos focos dos congressistas, pois essas obras beneficiam muitas pessoas ao mesmo tempo, além de trazer qualidade de vida e contribuir diretamente com o desenvolvimento das cidades.

 

Esporte

 

Por sua vez, a Prefeitura de Palmas receberá R$ 4 milhões para construção de ginásios ou reforma/restauração de ginásios já existentes. O apoio ao esporte como um braço de complemento à educação também é uma das linhas de atuação dos deputados e senadores do Tocantins. No Orçamento da União de 2021, Palmas recebeu emenda semelhante que está em plena execução.

 

Consórcio intermunicipal

 

Em investimentos de mais de quase R$ 12 milhões, vários municípios do Estado consorciados irão ser contemplados com obras de infraestrutura urbana, modernização e tecnologia alinhada com as novas formas de desenvolvimento adotadas no mundo.

 

Direitos Humanos

 

Via o Ministério de Direitos Humanos, os congressistas disponibilizarão R$ 9,6 milhões para aquisição de ônibus intermunicipais para atender demandas de muitas cidades e associações e entidades sem fins lucrativos que prestam serviços para a população.

 

Máquinas, implementos agrícolas e fomento à agropecuária

 

Ao destinar R$ 87,7 milhões para a Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba), os parlamentares do Estado irão adquirir uma série de máquinas e implementos agrícolas para dar suporte às prefeituras do Estado. Os equipamentos, a maior parte de grande porte, ajudarão diretamente na geração de renda do homem e da mulher do campo do Tocantins, além de dar apoio para trabalhos urbanos quando necessários. Por outro lado, outros R$ 5,8 milhões serão aplicados diretamente na realização das feiras agropecuárias do Tocantins, retomando uma atividade muito prejudicada na pandemia e de suma importância para os pequenos e médios produtores rurais.

 

Calha Norte e Defensoria Pública

 

Executado pelo Ministério da Defesa, o programa Calha Norte receberá R$ 36,5 milhões para, por meio de convênios firmados entre a pasta, o Estado e municípios, para atendimento de projetos de infraestrutura básica, complementar e aquisição de equipamentos. Por fim, outros R$ 1,8 milhão foram alocados para a Defensoria Pública comprar equipamentos de informática a serem distribuídos em vários municípios.