Palmas, Tocantins -

Política


Palmas
1.253 visualizações

Bloco de Amastha pede afastamento de Néris da liderança; Freitas segura projeto

A disputa de forças entre a base do prefeito Carlos Amastha e os vereadores que estão rompidos começou ontem com pedido de retirada de Néris da liderança e outro do PP que afasta Negreiros do bloco
- Atualizada em
Descrição: Vereadores em sessão nesta terça-feira, 1º Ascom/Câmara

Os 12 vereadores da base do prefeito Carlos Amastha assinaram ontem, terça-feira, 1º, ofício requerendo à Mesa Diretora o afastamento do vereador Milton Néris da liderança do bloco do prefeito na Casa, em virtude da nova posição de independência adotada pelo vereador desde o dia 11, e do anunciado rompimento entre Néris e o prefeito, com exoneração dos seus indicados na prefeitura de Palmas.

 

O pedido foi encaminhado pelo presidente Rogério de Freitas (PMDB) à Procuradoria da Casa, juntamente com o ofício encaminhado pelo Diretório Regional do PP, solicitando a exclusão do partido da composição de bloco de sustentação do prefeito na casa.

 

Caso a solicitação dos vereadores da base seja acatada, o indicado para substituir Néris é justamente o vereador do PP, Major Negreiros. Com a solicitação do PP, Negreiros, no entanto, ficaria impedido de compor o bloco e, portanto, de responder por ele.

 

Os dois movimentos são reflexo do racha na base do prefeito na Câmara. “Há um equívoco aí. O PR é do prefeito? O PR tem candidato próprio nas eleições deste ano. O PT é do prefeito? O PT também tem candidatura lançada. O PPS é do prefeito? Também não é. Como eles são maioria, quiseram fazer a substituição, mas  o regimento é omisso para esse tipo de solicitação, então mandei os dois pedidos para a procuradoria analisar. E vamos aguardar”, disse o presidente por telefone ao T1 Notícias.

 

Projeto sobre aumento de IPTU não é devolvido

Outra polêmica que tomou conta dos debates na casa ontem foi em torno da devolução do projeto do Executivo que aumenta IPTU com a criação de novos loteamentos na região Sul de Palmas.

 

O vereador Milton Néris defende que o projeto seja analisado ao invés de ser devolvido. “É a oportunidade de nós fazermos a discussão desta questão da cobrança do IPTU em Palmas”, argumentou.

 

Até o momento de fechamento desta matéria o presidente não havia atendido a solicitação do Paço Municipal para retirada da matéria.