Palmas, Tocantins -
Entrevista ao T1
1.344 visualizações

Braga diz que Palmas terá eleições acirradas e Cinthia pontos positivos no pleito

Secretário de Governo da prefeitura de Palmas, Carlos Braga, avalia que a Capital terá uma das eleições mais disputadas para vereador. Ele acredita que o número de candidatos pode chegar a 600.
- Atualizada em
Divulgação

Em entrevista exclusiva ao T1 Notícias, na manhã desta terça-feira, 19, o secretário de Governo da prefeitura de Palmas, Carlos Braga, falou sobre o processo sucessório na Capital ao destacar que na gestão da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) não se acha qualquer traço de corrupção, o que na sua visão é um ponto positivo para o seu projeto de reeleição.

 

Braga comentou também acerca das articulações com outros partidos e lideranças políticas. As conversações, segundo ele, continuam e observa que as pesquisas vão influenciar muito nas decisões de várias candidaturas. 

 

Sobre um possível entendimento com o Governo Estadual, ele sustentou que a prefeita continua tendo uma ótima relação institucional. Sabe-se que o Palácio Araguaia terá candidato à sucessão de Cinthia. No entanto, caso prevaleça a candidatura palaciana, o secretário é curto e grosso: “ninguém escolhe adversários e nem os teme”. Braga avalia que Palmas terá uma das eleições mais disputadas para vereador. Ele acredita que o número de candidatos pode chegar a 600.


 

T1 Notícias - Secretário, como estão as articulações com os partidos que possivelmente podem a vir a apoiar a candidatura à reeleição da prefeita Cinthia?

Braga - Desde maio deste ano, a prefeita Cinthia Ribeiro e nós, da Secretaria de Governo, estamos conversando com vários partidos políticos, primeiramente buscando apoio para a governabilidade, inclusive dividindo responsabilidades na administração com esses partidos, trazendo para tanto profissionais de alta qualidade, que já ocupam os mais diversos cargos na gestão, tais como secretarias, secretarias-executivas, superintendências e assessorias, os quais estarão, por certo, apoiando-a em busca de sua reeleição. Existem outros partidos que não participam da administração, mas confiam na sua gestão empreendedora.

 

T1 Notícias – Existe um prazo limite para definir as coligações, no entanto, as conversas nos bastidores já estão adiantadas. Quem já manifestou aproximação interesse no projeto de reeleição da prefeita?

Braga - Para eleição do ano de 2020, só existe coligação para eleição majoritária, não permitindo para as proporcionais, obrigando cada partido lançar seus próprios candidatos. Além do mais, diminuíram-se os prazos para seis meses antes das eleições para filiação partidária, abrindo inclusive “janela” para os vereadores mudarem de partidos, sem perda do mandato, demorando, com isso, a definição de coligações antes desses prazos. Podemos afirmar que muitos integrantes do Congresso Nacional, da Assembleia Legislativa, vereadores, líderes comunitários, ex-gestores, representantes de diversas categorias, já declararam apoio à prefeita. Vamos aguardar o momento oportuno para eles próprios divulgarem esse compromisso. O tempo é o senhor da razão.

 

T1 Notícias - Como o senhor está articulando esses entendimentos?

Braga - Como já havia afirmado anteriormente, conversando com todos os partidos que possam vir compor essa base para eleição, não sabendo declinar, ao certo, pois vai haver uma troca de filiações partidárias muito grande, com algumas agremiações se desidratando e outros tornando-se competitivas. No momento, estamos relacionando os possíveis candidatos a vereadores, que terão 28 candidatos por partido. O número de vagas para vereador na Capital pode aumentar para 21, se a Câmara Municipal aprovar.

 

 

"Vai ser a eleição mais disputada em todo o Brasil para o pleito proporcional, supondo que em Palmas possa chegar a 600 candidatos. O eleitor pode escolher à vontade, para todo o gosto".


 

 

T1 Notícias- Há possibilidade de uma composição com o governo estadual?

Braga - Nada é impossível. A prefeita continua tendo uma ótima relação institucional com o governo do Estado, embora tenha se propalado que há um candidato palaciano. Nada é garantido em eleição, como dizia o ex-governador e senador mineiro Magalhães Pinto, “política é igual nuvem, na mesma hora que está de um jeito, quando você olha já está de outro jeito”.

 

 

"Entendo que as pesquisas vão influenciar muito nas decisões de várias candidaturas".

 

 

T1 Notícias - Uma candidatura de um nome da estrutura palaciana pode oferecer alguns riscos ao projeto reeleição da prefeita?

Braga - A prefeita Cinthia Ribeiro procura fazer uma excelente administração, deixando a critério do povo o julgamento se deve continuar à frente da municipalidade. Quando as pessoas compreendem a importância desse trabalho motivado e contagiante, que atinge a todos que buscam os mesmos objetivos, o resultado sempre será vitorioso.

 

T1 Notícias - O PSB já falou que terá candidatura própria. E com o PT,  PC do B e PDT há alguma aproximação no sentido de uma possível com o Paço Municipal?

Braga - Essas siglas partidárias citadas, com exceção do PDT, dificilmente comporão com a nossa coligação, já que terão candidatos próprios, afirmados por eles mesmos.

 

T1 Notícias - Que critérios devem ser adotados para a formação de chapas proporcionais que darão sustentação à postulação da prefeita?

Braga - A Câmara Municipal, através de seus vereadores, representam o povo. Para tanto, estamos buscando partidos que têm afinidades com o projeto político da prefeita Cinthia Ribeiro, que acreditam na sua administração, procurando na formação das chapas proporcionais alcançar o maior número de representatividade, buscando nas agremiações a seleção de seus melhores candidatos,  dando oportunidade para os jovens, mulheres, empresários, profissionais liberais, servidores públicos, religiosos, lideres comunitários, agricultores e outros segmentos, que pensam exclusivamente em servir ao próximo, bandeira de honra de quem pretende ingressar na política.

 

T1 Notícias - Como está o relacionamento da prefeita com a Câmara Municipal? Ela conta com a maioria para apoiá-la na reeleição?

Braga - A prefeita tem um ótimo relacionamento com a Câmara Municipal, com algumas exceções,  contando com uma base sólida, onde todos os seus projetos de leis têm sido aprovados independentemente dos partidos políticos. Acredito que a maioria vai acompanhá-la na busca das suas reeleições, não trocando o certo pelo duvidoso,  pois o eleitor está mais consciente, mais pleno de informações, sabendo avaliar o bom administrador, aferir uma gestão que não se acha qualquer traço de corrupção, ficando assim mais fácil conquistar o voto.    

                                                                                                                                                                                                             

T1 Notícias - Que avaliação o senhor faz da administração municipal? Isso vai pesar na balança?

Braga - Já participei de todas as administrações de Palmas e do Estado do Tocantins, desde 1992, quer como secretário de Governo, quer como deputado estadual ou vereador, sabedor que cada prefeito teve destaque em sua administração, ressaltando que em algumas áreas deixaram sua marca como gestor. Falando sobre a atual administração, podem achar que sou suspeito para avaliar por ser secretário do município, mas usando sempre da minha sinceridade e das minhas posições que todos conhecem, posso afirmar que a prefeita Cinthia Ribeiro, em pouco mais de dois anos de gestão, será a administradora que mais valorizou o servidor público, mais construiu na Capital. Podendo enumerar que até o término de seu governo entregará dentre outras obras, mais três CMEIS, mais de 2000 casas residenciais, recapeamento asfáltico de toda a cidade, saneamento básico e asfalto nas quadras 408 e 508 Norte, 812 Sul (ARSE 85), Jardim Aureny I e  Avenida Palmas Norte (já entregues), Jardim Taquari, duplicação da Avenida NS-10, reforma e ampliação da Casa de Saúde de Taquaruçu, festivais culturais e gastronômicos com geração de emprego e rendas, conservação de mais de 4.500 km de estradas vicinais, apoio ao agricultor, e tantas outras ações que a população irá presenciar. Sairá consagrada. Claro que tudo isso irá influenciar na sua reeleição, já que a mesma, politicamente, conviveu com grandes líderes, inclusive seu esposo, senador João Ribeiro (falecido), com quem aprendeu a arte de ouvir e servir, aliada à sua facilidade de relacionamento, oratória, administração moderna e transparente, com olhares de mulher e mãe, sem quaisquer resquícios de corrupção. Não existem motivos para mudar, sabendo-se que a mais jovem Capital do Brasil irá progredir ainda mais na continuidade de sua gestão. Nós confiamos em Deus e no povo de Palmas.