Palmas, Tocantins -

Política


Prefeitura de Palmas
2.795 visualizações

Cinthia exonera 1º escalão e anunciará reforma administrativa nos próximos dias

Prefeita se aproveita do fim do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral, que determina o afastamento em cargos públicos para disputar uma vaga nas eleições deste ano, para mudar gestão.
- Atualizada em
Reprodução

Palmas acordou na manhã deste sábado, 4, com poucos representantes nas secretarias ou presidências do município. Isso porque o Diário Oficial da Capital (DOM) desta sexta-feira, 3, trouxe a exoneração de quase todo o primeiro e segundo escalões da gestão da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB). O ato é assinado por ela. Confira os exonerados aqui.

 

Foram mantidos apenas o secretário da Saúde, Daniel Borini; o procurador-geral do Município, Mauro Ribas; e o presidente da Agência de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos de Palmas, Fábio Chaves.

 

Conforme a assessoria da Prefeitura, Cinthia vinha planejando e organizando uma nova reforma administrativa na gestão."O ato faz parte de uma reforma administrativa que já estava em andamento e prevista para ser realizada pela prefeita" esclareceu por meio de nota.

 

A prefeita, então, aproveitou o fim do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral, que determina o afastamento em cargos públicos para disputar uma vaga nas eleições deste ano, para fazer os ajustes dos quais ela julga serem necessários. 

 

O Calendário Eleitoral estabelece que o dia 4 de abril (seis meses antes das eleições 2020) é a data-limite para os candidatos entregarem cargos ocupados na esfera pública.


 

Cinthia deve anunciar as novas nomeações ou manter alguns nomes já na segunda-feira, 6. 

 

Nota da Prefeitura

 

Sobre as exonerações dos Secretários e Secretários Executivos que integram a estrutura administrativa da Prefeitura de Palmas, publicadas no Dário Oficial do Município desta sexta-feira, 03, esclarecemos que o ato faz parte de uma reforma administrativa que já estava em andamento e prevista para ser realizada pela prefeita Cinthia Ribeiro. Alguns gestores inclusive já deixariam os cargos que ocupam para disputar um mandato eletivo, cumprindo a data limite de desincompatibilização estabelecido pelo calendário eleitoral.