Criado em parceria com Kátia Abreu, programa Força Mulher terá versão nacional

Anunciado em Palmas nesta semana, o programa Brasil Pra Elas tem como objetivo fortalecer o empreendedorismo das mulheres brasileiras

Já consolidado no Tocantins, o programa Força Mulher, criado pelo Sebrae - TO em parceria com a senadora Kátia Abreu (PP-TO), agora terá uma versão nacional. O anúncio foi feito pela secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques, em visita a Palmas nesta quinta-feira, 5. O programa Brasil Para Elas, foca no empreendedorismo feminino e começará pelos estados do Norte e do Nordeste.
  

Aliada da senadora de outros projetos, Daniella revelou que o programa Brasil Para Elas foi inspirado no Força Mulher, do Sebrae Tocantins, que recebeu emenda parlamentar da senadora e que está sendo nacionalizado pelo Ministério da Economia.

 

“As mulheres são donas de 80% das decisões de consumo, quase, e recebem apenas 20% do crédito. Então, em parceria com os bancos públicos, estamos lançando a comunicação para as mulheres para descobrir essas barreiras. Estamos fazendo uma grande estratégia,” disse a secretária do Sepec/ME, em Palmas.

 

Conforme projetado, o Brasil Para Elas é uma parceria do Governo Federal e Sebrae que prevê aval de até 80% em empréstimos para empresas com mulheres em seu quadro societário.

 

“Nós queremos ajudar as mulheres a se recuperar das dificuldades que elas tiveram que enfrentar, em consequência da pandemia, criando uma grande rede, com a ajuda do Sistema S, oferecendo oportunidades para as mulheres empreenderem e superarem a crise”, também ressaltou a secretária do Ministério da Economia, Daniella Marques.

 

Força Mulher

 

O programa do Sebrae Tocantins tem recurso de R$ 9 milhões provenientes do Sebrae Nacional, somados aos R$ 1,5 milhão de emenda parlamentar destinados pela senadora Kátia Abreu. O Força Mulher irá garantir o custeio da operacionalização do projeto, que inclui oficinas profissionalizantes, capacitações em empreendedorismo e um kit de equipamentos para as mulheres iniciarem seu pequeno negócio.

 

Brasil Para Elas

 

O Brasil Para Elas começa pelos estados das regiões Norte e Nordeste, ofertando cursos gratuitos do Sesi e Senac, bem como levando apoio para abertura de CNPJ, contas bancárias e todo apoio que uma empreendedora iniciante precisa. A iniciativa foi pensada para que as mulheres que buscam empreender deem seu primeiro passo rumo à independência financeira. O programa viabilizará, ainda, a entrega de kits profissionalizantes que as mulheres receberão após a conclusão dos cursos profissionalizantes e possam dar continuidade à jornada.

Comentários (0)