Palmas, Tocantins -

Política


Cirurgias
173 visualizações

Criado por Kátia, Catarata Zero realiza mais de mil cirurgias no Bico do Papagaio

Já são quase 8 mil cirurgias realizadas no Tocantins. Programa deve zerar filas até 2022
- Atualizada em
Descrição: Programa Catarata Zero em Araguatins Ivanilton Cavalcante e Simone Mendes

Consolidado como o maior programa de Catarata do Tocantins, o Catarata Zero, criado pela senadora Kátia Abreu (PP-TO), realizou mais de mil cirurgias em apenas sete dias no Bico do Papagaio. Moradores de toda a região foram atendidos em Tocantinópolis e Araguatins, cidades-polo do programa no Bico. Ao todo, desde o início do programa, já foram realizadas quase 8 mil cirurgias em todo o Tocantins. A expectativa de Kátia Abreu é zerar as filas até 2022.

“Os relatos que recebo das pessoas que estão conseguindo realizar o sonho de fazer a cirurgia são emocionantes. Sabemos da importância na vida de quem está precisando enxergar e estamos levando esse benefício a todos os 139 municípios do Tocantins. Até 2022 vamos zerar essa demanda acumulada há mais de 15 anos aqui no estado”, ressaltou a senadora.


E foi buscando essa melhora na qualidade de vida que o trabalhador rural Vilson Teixeira da Luz, de 79 anos, viajou de Axixá para Araguatins. Após operar o olho direito na segunda-feira e já sentir a visão bem melhor, nesta terça-feira estava na expectativa para a cirurgia do olho esquerdo.

“Eu estava muito ruim dos dois olhos. Ontem operei do olho direito e já estou vendo tudo. Hoje vou operar o outro. Estou muito satisfeito com o que está acontecendo porque só Deus para nos abençoar e trazer uma pessoa que tem tanta preocupação com o povo carente”, desabafa Vilson.

O Catarata Zero também fez a diferença na vida do morador de São Miguel do Tocantins, Francisco Cruz de Moraes, de 60 anos. “Antes eu estava ruim, quase cego. Sou trabalhador rural e trabalho com motosserra, precisava operar. Agora estou bem melhor”.

Em sete dias foram realizadas 460 cirurgias em Tocantinópolis e 600 em Araguatins, totalizando 1.060 operações em apenas uma semana. O programa já está sendo retomado em outras regiões do Tocantins. Em outubro o programa foi retomado em Porto Nacional, atendendo os 13 municípios da região Amor Perfeito. Kátia Abreu também assinou o termo de retomada do programa em Palmas. No próximo dia 22 o Catarata será lançado em Colinas, que também funcionará como uma cidade-polo.

 

Como ter acesso?


Para ter acesso ao Programa Catarata Zero é necessário procurar uma unidade básica de saúde (UBS) da cidade em que mora para avaliação médica e encaminhamento. Após isso, o paciente fará exames nas clínicas especializadas para o diagnóstico e indicação da cirurgia.