Palmas, Tocantins -
Eleições 2018
2.166 visualizações

Cristiano é exonerado da Agtur; pelo menos mais cinco nomes devem deixar cargo

O ex-presidente pediu a exornação para dedicar-se a campanha eleitoral. Segundo apurou o T1, Adir Gentil, Junior Coimbra, Kariello Coelho, Nélio Lopes e José Geraldo também entregarão os cargos.
- Atualizada em
Cristiano Queiroz Rodrigues Da Web

Após o afastamento do prefeito Carlos Amastha de suas funções da Prefeitura de Palmas para presidir a Frente Nacional de Prefeitos, mas já articulando pra as eleições 2018, o primeiro nome da gestão a entregar o cargo para seguir na campanha eleitoral desse ano foi publicado no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira, 9. Cristiano Queiroz Rodrigues agora é ex-presidente da Agência Municipal de Turismo (Agtur). Outros gestores de Palmas podem seguir o mesmo caminho nos próximos dias.

 

Conforme apurou o T1, a exoneração de Cristiano foi um pedido feito por ele para a prefeita interina de Palmas, Cinthia Ribeiro, e para o prefeito licenciado Carlos Amastha. O ex-presidente da Agtur deve, nos próximos trinta dias, planejar a sua pré-campanha como deputado estadual.

 

O superintendente de Igualdade Racial, Nélio Lopes, confirmou que também entregará o cargo para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa pelo PSB, mas que ainda não definiu a data. “Eu devo me afastar ou agora nesta volta do prefeito da Frente Nacional, ou eu devo esperar mais um pouquinho. Vai depender da conversa com ele (Carlos Amastha) na semana que vem, no dia 19. Mas está certa a nossa pré-candidatura”, conferiu Nélio ao Portal na tarde desta terça-feira, 9.

 

Nélio citou mais dois nomes que podem deixar a Prefeitura, até no máximo no mês de abril, para acompanhar Amastha em pré-campanha pelo Estado. O secretário de Desenvolvimento Social, José Geraldo, e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Emprego, Kariello Coelho. Geraldo encontra-se em viagem e, portanto, não foi possível uma confirmação de sua candidatura.

 

Já o secretário Kariello assegurou que disputará as eleições e que deixa sua função na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego juntamente com o prefeito, no dia 3 de abril. “Vou sair no dia 3 de abril para disputa para o cargo de deputado estadual”, confirmou. Sobre em qual partido deve pleitear uma vaga, o secretário afirmou que ainda está definindo.

 

Cinthia Ribeiro havia compartilhado ontem, 8, que o subprefeito da Região Sul e secretário da Casa Civil, Adir Gentil (Podemos), e o secretário de Governo, Junior Coimbra (Sem partido), devem deixar os seus cargos até abril para entrarem na disputa eleitoral. Os gestores ouvidos pela reportagem também confirmam os dois nomes.