Palmas, Tocantins -

Política


Divulgação Institucional

Deputado Antonio Andrade destaca trabalho conjunto no enfrentamento da Covid-19

“Volto a repetir, todos temos responsabilidades na construção de uma saída para situação que vivemos, se cada um fizer a sua parte conseguiremos superar este vírus”, disse o presidente da Aleto
- Atualizada em
Divulgação/Ascom do parlamentar

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), deputado Antonio Andrade (PTB), participou na segunda-feira, 12, da reunião do Comitê de Crise de Combate e Prevenção à Covid-19, onde foram apresentados números que mostram uma redução na curva epidemiológica do Coronavírus no Tocantins.

 

Segundo o governador Mauro Carlesse, “essa semana, os indicadores apontaram uma queda no número de casos da Covid-19 no Tocantins. No dia 29 de março, nossa média móvel estava em 766 e, atualmente, está em pouco mais de 379 casos. Isso demonstra que o que temos feito, como a imunização da população, trabalho remoto para os servidores, entre outras ações, está dando resultado e isso se deve ao trabalho de todos”, assegurou.

 

O empenho do Estado na aquisição de vacinas também foi ressaltado pelo governador, que assinou um pré-contrato para aquisição de 1 milhão de doses da Sputnik V.

 

A redução no número de casos, de acordo com os participantes, se deve a vários fatores, como imunização, conscientização da população e também ao decreto do governo do Estado com tolerância zero para aglomerações.

 

Antonio Andrade destacou este trabalho conjunto que, segundo ele, é o caminho para vencermos a pandemia. “Volto a repetir, todos temos responsabilidades na construção de uma saída para situação que vivemos, se cada um fizer a sua parte conseguiremos superar este vírus. Prova disso são resultados apresentados, mas não podemos relaxar, o uso da máscara e higienização das mãos são rotinas que devem ser mantidas por um longo período por todos”, pontuou Andrade.

 

A Aleto tem tido um papel fundamental no enfrentamento à pandemia, foram R$19 milhões remanejados do orçamento da Casa de Leis para o combate à Covid-19. Além disso, a assistência às famílias em vulnerabilidade social tem sido feita por meio de cestas básicas que foram adquiridas com recursos de emendas parlamentares.

 

O secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal, informou que a tendência é que as medidas de biossegurança estabelecidas pelos decretos n° 6.234 e nº 6.230 sejam mantidas para os próximos dias. “As ações que têm tido bons resultados como a força-tarefa Tolerância Zero e a proibição dos eventos devem continuar em todo o Estado, mas levando em conta a curva epidemiológica nos reuniremos com a SES nos próximos dias para saber se há possibilidade de flexibilização”, ressaltou.